Ricardo Oliveira - Santos

Ricardo Oliveira foi o artilheiro do Paulistão na temporada passada (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

LANCE!
01/02/2016
11:50
Santos (SP)

Dificilmente um santista deixou a Vila Belmiro com um sorriso no rosto, após o empate do Peixe em 1 a 1 com o São Bernardo, na estreia do Paulistão. Nas redes sociais, as críticas foram centralizadas nos estreantes Lucas Veríssimo, na zaga, e a Paulinho, no ataque. Porém, o capitão do Alvinegro, Ricardo Oliveira vai contra os críticos da web.

O camisa 9 até pediu paciência ao torcedor, por ser apenas o primeiro jogo do Santos na temporada. No entanto, na visão dele, a atuação da defesa não é culpa dos jogadores deste setor, e sim do ataque, que proporcionou que o adversário chegasse à área do Peixe.

- Erramos passes e lances que não costumamos errar. Mas é o primeiro jogo ainda, o físico não acompanha o raciocínio. Não vi o torcedor criticando, vi o torcedor ansioso para uma vitória. É injusto apontar para um ou outro. O Paulinho e o Lucas Veríssimo são muito importantes, assim como todos os outros.

- Nós no ataque, por exemplo, perdemos algumas bolas e proporcionamos contra-ataques. Por isso é injusto apontar para um ou outro, principalmente na defesa - afirmou o capitão.

Segundo o artilheiro do Brasileirão do ano passado, com 20 gols, o Peixe ainda tem e deve melhorar seu futebol e corresponder a expectativa do torcedor em recuperar e aprimorar as atuações do ano passado, que levaram o time à final da Copa do Brasil, ao G4 e ao título do Paulistão.

- Ritmo e movimento ideal virão por meio da sequência de jogos. Isso é muito normal. Queremos apresentar o futebol do ano passado, e ainda melhor, mas não no primeiro jogo. Isso virá com a prática, com o trabalho. O Paulinho vai crescer também. Ninguém foi absolutamente superior aos demais no jogo de sábado. Ainda dentro do que a gente esperava - concluiu.

O Santos volta a campo na quarta-feira, às 21h45, contra a Ponte Preta, em Campinas, no estádio Moisés Lucarelli.