Léo Saueia e Russel Dias
15/10/2016
07:10
São Paulo e Santos (SP)

Depois de acertar, na reta final do Paulistão, a renovação de contrato do meia Vitor Bueno até maio de 2020, o Santos agora luta para assumir 100% dos direitos econômicos do jovem e promissor atleta.

O camisa 18 chegou ao Peixe por empréstimo de uma temporada do Botafogo-SP. Na renovação, o clube adquiriu 60% dos direitos, enquanto os outros 40% ficaram divididos entre o Botinha e seus agentes.

Os dois clubes conversam para que o Santos tenha 100% do meia. Os dirigentes já iniciaram as tratativas, mas o Botafogo ainda estuda com as demais partes envolvidas a melhor pedida pelos 40% de Vitor.

Empolgado com o futebol da promessa de 22 anos, o Peixe projeta negociação futura para a Europa e não quer passar pelo mesmo problema enfrentado com Gabigol - o clube teve que repartir o montante do negócio com terceiros.

Na renovação acertada em maio, estipulou-se multa contratual de 50 milhões de euros (R$ 175 milhões), valor idêntico ao das cláusulas de Lucas Lima e Gabigol. 

Vitor Bueno é o artilheiro do santos no Brasileirão com dez gols e está apenas um atrás dos líderes Gabriel Jesus, Sassá, Fred e Robinho.