Léo Saueia e Russel Dias
17/09/2016
06:05
São Paulo e Santos (SP)

A diretoria do Santos não atendeu o pedido do técnico Dorival Júnior para contratar pelo menos um atacante para o restante da temporada, mas trata a reposição para o setor como prioridade para 2017. 

Seja para disputar a Libertadores ou a Copa do Brasil desde o início, o Peixe monitora alguns jogadores da Série A do Brasileirão.

Os primeiros nomes observados por diretoria e comissão técnica são Clayson, da Ponte Preta, de 21 anos, e Keno, do Santa Cruz, de 27 anos, como veiculado pelo Rádio Globo e confirmado pelo LANCE!. Ambos têm funções parecidas, atuando pelos lados do campo.

O jovem da Macaca tem contrato até 2021, mas já foi sondado. Representantes do Peixe consultaram seu empresário e dirigentes da Ponte, mas não oficializaram uma proposta direta ao clube.


Já Keno, que deve jogar contra o Peixe no domingo, no Pacaembu, é observado e tem uma situação que pode ser favorável ao Alvinegro. Com problemas financeiros, o Santa Cruz não concluiu a compra de 60% dos direitos do atacante do São José-RS e pode não renovar o vínculo a partir do ano que vem. 

Nem mesmo Geuvânio, que deixou o Santos em janeiro e está no Tianjin Quanjian, da China, é descartado, já que a janela de transferências para a Ásia abre ainda neste mês e restam duas rodadas para o campeonato local terminar.


Apesar de estar focado no projeto chinês, o futuro do ex-camisa 11 santista pode mudar caso sua equipe não consiga o acesso para a Primeira Divisão da China em 2017.

Paulinho e Joel não irão permanecer no elenco no ano que vem. O primeiro não faz parte dos planos da comissão técnica e não deve mais atuar, enquanto Joel tem um preço considerado alto pelo Peixe.