Santos e Unicef

Santos e Unicef eram parceiros desde o ano de 2014 (FOTO: Ivan Storti)

Léo Saueia
06/06/2016
09:15
São Paulo (SP)

Desde 2014, quando ainda era comandado pelo ex-presidente Odílio Rodrigues, o Santos fechou parceria com a Unicef, órgão das Nações Unidas que tem por objetivo a defesa dos direitos das crianças, e estampava o logotipo da organização em seu uniforme. A parceria, entretanto, era uma ação social e não tinha como objetivo a obtenção de recursos para o clube.

A atual gestão do presidente Modesto Roma Júnior, entretanto, não se interessou por continuar com a parceria, mantida pelo projeto Muito Além do Futebol, que pertence ao próprio Santos. Desde abril, quando o contrato entre as partes se encerrou, o Peixe não estampa mais o logo da Unicef espalhado por seu uniforme. 

A parceria consistia no Peixe incentivar, através de ações dentro e fora dos gramados, seus torcedores a doarem para o órgão, que luta pelo direito das crianças. Como logo estampado no uniforme, o departamento de comunicação organizava estratégias para levar apoiadores à Unicef.

Com a parceria, o Santos não tinha qualquer retorno financeiro. O objetivo era apenas apoiar uma causa nobre e promover as ações da ONG, incentivando torcedores a apoiarem. Na Europa, por exemplo, o Barcelona paga para ter o logotipo da Unicef estampado em seu uniforme, enquanto o Peixe não desembolsava qualquer quantia.