Dorival Júnior - Santos

Treinador celebra boa fase do time e peças que tem à disposição (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

Russel Dias
14/03/2016
06:00
Santos (SP)

O técnico Dorival Júnior saiu feliz do Pacaembu, no último sábado, após o Santos vencer o Água Santa por 1 a 0. O que deixou o treinador contente não foi só a vitória, mas sim o que viu em campo. Sem Lucas Lima, suspenso pelo terceiro amarelo, o comandante do Peixe ficou satisfeito com o substituto Rafael Longuine, autor do gol da vitória, e teve a certeza de que tem um elenco confiável para a disputa do Paulistão, já que está servido de opções no banco de reservas em todos os setores do time.

– É o trabalho de uma equipe por trás disso. Natural que com o Lucas a gente ganhe em aspectos, é importante, mas temos boas opções. Estamos crescendo e buscando corpo no nosso grupo. Não tenho dúvidas que, jogadores fazendo sua parte, vão contribuir muito – afirmou Dorival após o jogo.

No entanto, a diretoria alvinegra pretende se reforçar para o Campeonato Brasileiro e busca opções desde já, pois tem objetivos de chegar ao topo da tabela.

Conforme o LANCE! apurou, o presidente Modesto Roma Júnior e o departamento de futebol querem pelo menos três jogadores: um meia, um centroavante e um atacante que jogue pelos lados, já que Patito e Neto Berola devem sair.

Além disso, o clube já conta com a chegada do zagueiro argentino Fabián Noguera, do Banfield, que tem um pré-contrato assinado para se apresentar em maio na Vila Belmiro.

Outro fator que faz o Peixe querer se reforçar são os contantes assédios aos principais jogadores, como Ricardo Oliviera, Lucas Lima, Gabigol e Thiago Maia.
A primeira pista foram as investidas no São Paulo para tratar de Michel Bastos e Alan Kardec. Mesmo com a negativa do Tricolor, o Santos segue no mercado e se vê munido financeiramente para investir, já que recebeu R$ 40 milhões do Esporte Interativo e acredita que pode contar com um parceiro disposto a investir em atletas.