Léo Cittadini, meia do Santos, pegou dengue neste ano (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Léo Cittadini já foi cedido para a Ponte Preta em 2014 e entrou em seis jogos em 2015 (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Guilherme Amaro e Russel Dias
08/02/2016
17:35
Santos (SP)

O meia Léo Cittadini, de 21 anos, havia aceitado uma proposta de empréstimo do Chievo, da Itália, e tinha até semana passada para ser registrado na equipe de Verona. O Santos, porém, vetou sua saída, alegando que precisa manter seu elenco e ter peças de reposição.

A ideia era que Cittadini fosse cedido por 18 meses, com valor fixado de compra, assim como o Peixe fez com o lateral-esquerdo Emerson Palmieri, que está na Roma. Porém, a diretoria e a comissão técnica entraram em um acordo para que  o jogador fosse mantido.

Além do meia Lucas Lima, titular, Dorival tem à disposição Serginho, Vitor Bueno, Ronaldo Mendes e Elano para a posição.

O Peixe chegou a receber outras sondagens pelo armador, mas decidiu não abrir mais conversas.

Contratado da base do Guarani, Cittadini foi cedido pelo Peixe à Ponte Preta, em 2014, mas acabou retornando antes do fim do vínculo, já que o Alvinegro devolveu o atacante Rafael Ratão cedido pela Macaca.