LANCE!
30/11/2016
18:48
Santos (SP)

O Santos se reapresentou na tarde desta terça-feira após a derrota por 2 a 0 para o Flamengo. O clima no CT Rei Pelé não poderia ser outro, senão o de luto e tristeza pela tragédia aérea envolvendo a delegação da Chapecoense.

O meia Lucas Lima, que fez testes no Verdão do Oeste durante a adolescência e que em 2014 jogou com o zagueiro Neto, um dos seis sobreviventes, se solidarizou e desabafou.

- Certas coisas te deixam até sem palavras. O melhor que posso fazer é orar pela vida das famílias, pelos que foram, e pela recuperação daqueles que ainda têm vida. Claro que temos muitos amigos lá, têm a mesma profissão que escolhemos ter. É lamentável e é uma coisa que vai ficar marcada para sempre na vida de todos. Como falei, são pessoas como nós. Seres humanos. Independentemente da profissão, não desejamos isso a ninguém, infelizmente aconteceu. Vamos continuar orando para que Deus dê força para as famílias daqueles que se foram - disse o camisa 10 santista.

O Peixe decretou luto de sete dias pela morte das 71 pessoas que estavam no voo e fechou todos os treinos para a imprensa até segunda-feira.