Russel Dias
12/03/2016
20:26
Santos (SP)

Lucas Lima suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Um desfalque que o técnico Dorival Júnior se preocupa em ter. Mas nem a ausência dele impediu que o Santos desse um show na troca de passes e massacrasse o Água Santa taticamente, no Pacaembu. Mas na hora de finalizar, a tática não funcionou, e o Peixe apelou para a fé. Três pulinhos de alegria, três pontinhos na conta. Se São Longuinho ajudou ninguém sabe, mas no gramado Rafael Longuine, o substituto, achou o gol que deu a vitória ao Alvinegro na noite deste sábado, pelo placar de 1 a 0. Confira aqui como foi o jogo lance a lance.

Os primeiros 45 minutos foram admiráveis por parte do Santos. Dorival Júnior, que completou 106 jogos e passou a ser o 10º técnico que mais comandou o Peixe, mostrou que os treinamentos em campo reduzido estão dando certo. O Santos chegou a trocar até mais de dez passes antes de concluir uma jogada de ataque.

Gabigol parecia estar em todos os setores do campo. Renato não errava passes. E Victor Ferraz comandava as jogadas laterais que confundiam a defesa do Água Santa, em que André Rocha e Bruno Ré não conseguiram conter o lado esquerdo da defesa do Netuno.

O gol no entanto só aconteceu aos 29 minutos da primeira etapa. Após boa triangulação, Longuine achou um gol com a ajuda do zagueiro adversário. Ao tentar finalizar, Eli Sabiá desviou e abriu o placar para o Santos.

Na segunda etapa, o ritmo santista caiu, e foi a vez da equipe de Diadema chegar ao gol. O técnico Marcio Ribeiro colocou o ala-esquerdo Guina, que permitiu que o visitante chegasse para a atacar, mas Vanderlei evitou maiores sustos para o ofensivo Alvinegro.

Dorival tentou responder colocando Joel e Paulinho nas vagas de Serginho, que pouco apareceu, e Gabigol. O resultado foi ainda mais posse de bola pelos lados do campo, mas o Água Santa se fechou. Ricardo Oliveira ainda tentou desbancar o goleiro Richard, que se posicionou bem e fechou o gol.

Sem mais gols, Rafael terminou a noite como o São Longuine do Peixe com o achado de um gol para coroar o bom futebol. Ao invés de três pulinhos, o Santos leva para casa três pontos e chega a 18 no grupo A. No grupo C, o Netuno continua com 11 pontos.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 0 ÁGUA SANTA


Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data-Hora: 12/3/2016 - 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Vinícius Furlan
Auxiliares: Vicente Romano Neto e Patrick André Bardauil
Público e Renda: 
Cartões amarelos: Thiago Maia e Ronaldo Mendes (SAN), André Rocha, Rafael Santiago, Jonathan e Bruno Ré (AGS)
Cartão vermelho: André Rocha (AGS)
Gols: Rafael Longuine 29' 1ºT (1-0)

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Renato, Thiago Maia, Rafael Longuine (Ronaldo Mendes 32' 2ºT) e Serginho (Paulinho 18' 2ºT); Gabigol (Joel 23' 2ºT) e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior

ÁGUA SANTA: Richard, Jonathan, Gustavo, Eli Sabiá e Bruno Ré; André Rocha, Sérgio Manoel, Francisco Alex (Guina - intervalo)e Éder Loko (Augusto 15' 2ºT); Rafael Santiago (Rafael Martins 24' 2ºT) e Everaldo. Técnico: Márcio Ribeiro