LANCE!
19/10/2017
23:54
Santos (SP)

O bom humor do técnico Levir Culpi deu lugar à irritação na entrevista coletiva após o empate em 1 a 1 com o Sport. O temperamento se deu pelo fato de que o Santos deixou escapar a vitória na Ilha do Retiro com gol no fim marcado por Rogério.

Depois de abrir o placar aos três minutos do segundo tempo, o Peixe recuou e levou a pressão do Sport. Para mudar a situação, Levir mexeu no time, mas não surtiu efeito.

- Nós perdemos a velocidade pelos lados. O time tinha que produzir por dentro, tabelar... O Copete não está em uma situação muito legal. É um cara importantíssimo, temos que recuperar o Copete. Perdemos nossa característica normal, que é dois pontas agressivas. O Sport poderia ter vencido o jogo também. O resultado pesou - disse.


A eleição presidencial no clube, que ocorre no dia 9 de dezembro, também tem afetado o dia a dia do Santos. O treinador inclusive citou o pleito como um fator negativo em seu trabalho.

- Tenho certeza (que o ano de eleição interfere no time) Já trabalhei em vários clubes que tinham o mesmo problema. O ano político, com eleição em dezembro... - disse Levir, que falou da chance de ultrapassar o líder.

- O Corinthians está muito na frente, mas dizer "não tem como" é uma mentira. Matematicamente podemos alcançá-lo. É difícil pegar o Corinthians, mas é completamente possível. Temos que acreditar no resultado - finalizou.

Com o empate, o Santos perdeu uma posição e agora é o 4º colocado. São 50 pontos contra 59 do Corinthians.