icons.title signature.placeholder Léo Saueia
icons.title signature.placeholder Léo Saueia
26/08/2015
11:56

Em meio a sessões de foto, pedidos de autógrafo e cercado por muitos fãs no lançamento de sua biografia, o eterno ídolo do Santos, Pepe, o Canhão da Vila, encontrou tempo também para palpitar a respeito do clube pelo qual fez história. Segundo maior artilheiro de todos os tempos do Peixe, atrás apenas do Rei Pelé, Pepe elogiou o atual time comandado por Dorival Júnior e cravou a classificação na Copa do Brasil, sobre o Corinthians.

- É aquele tal negócio, o Santos, no primeiro jogo, deu um passo giganteso rumo à classificação e não vai desperdiçar essa oportunidade. Passa de fase! - cravou o a Canhão da Vila, ao LANCE!.

Bicampeão mundial com o Santos e dono de um chute muito potente, Pepe também se rendeu aos gols marcados por Gabigol. Artilheiro da nova era Dorival com sete gols marcados em onze partidas, o atual camisa 10 santista ganhou elogios do ex-jogador.

- Muitos destes jovens jogadores do Santos passaram pelas mãos do meu filho, Pepinho Macia, que é treinador dos juniores (sub-20). Para mim, o Gabriel é o maior destaque entre eles. Esse menino, desde quando era garoto nós já acompanhávamos... Ele tem um talento incrível! Tomara que permaneça por muito tempo na Vila - elogiou o ex-jogador e também ex-treinador do clube.

Ainda sobre as jovens promessas, Pepe reconheceu a desigualdade financeira astronômica entre o futebol sul-americano e o europeu, lamentou as constantes perdas de atletas para o Velho Continente e fez um apelo à nova geração de Meninos da Vila.

- Grande problema, não só do Santos, mas de todos os clubes brasileiros, é a falta de dinheiro. Essa rapaziada vê os grandes craques se transferindo para o futebol europeu, ganhando quantias absurdas e todos têm esse desejo de ir também. Mas pelo que sinto, pelo que vejo dos jogos e entrevistas depois das partidas, sinto muito carinho deles pelo clube, e isso vai ajudar muito a nossa diretoria. Espero que todos fiquem aqui - pediu o ex-ponta, de 80 anos recém-completados.

Em meio a sessões de foto, pedidos de autógrafo e cercado por muitos fãs no lançamento de sua biografia, o eterno ídolo do Santos, Pepe, o Canhão da Vila, encontrou tempo também para palpitar a respeito do clube pelo qual fez história. Segundo maior artilheiro de todos os tempos do Peixe, atrás apenas do Rei Pelé, Pepe elogiou o atual time comandado por Dorival Júnior e cravou a classificação na Copa do Brasil, sobre o Corinthians.

- É aquele tal negócio, o Santos, no primeiro jogo, deu um passo giganteso rumo à classificação e não vai desperdiçar essa oportunidade. Passa de fase! - cravou o a Canhão da Vila, ao LANCE!.

Bicampeão mundial com o Santos e dono de um chute muito potente, Pepe também se rendeu aos gols marcados por Gabigol. Artilheiro da nova era Dorival com sete gols marcados em onze partidas, o atual camisa 10 santista ganhou elogios do ex-jogador.

- Muitos destes jovens jogadores do Santos passaram pelas mãos do meu filho, Pepinho Macia, que é treinador dos juniores (sub-20). Para mim, o Gabriel é o maior destaque entre eles. Esse menino, desde quando era garoto nós já acompanhávamos... Ele tem um talento incrível! Tomara que permaneça por muito tempo na Vila - elogiou o ex-jogador e também ex-treinador do clube.

Ainda sobre as jovens promessas, Pepe reconheceu a desigualdade financeira astronômica entre o futebol sul-americano e o europeu, lamentou as constantes perdas de atletas para o Velho Continente e fez um apelo à nova geração de Meninos da Vila.

- Grande problema, não só do Santos, mas de todos os clubes brasileiros, é a falta de dinheiro. Essa rapaziada vê os grandes craques se transferindo para o futebol europeu, ganhando quantias absurdas e todos têm esse desejo de ir também. Mas pelo que sinto, pelo que vejo dos jogos e entrevistas depois das partidas, sinto muito carinho deles pelo clube, e isso vai ajudar muito a nossa diretoria. Espero que todos fiquem aqui - pediu o ex-ponta, de 80 anos recém-completados.