Gabigol

Gabigol se mostrou ansioso para a Libertadores no Santos (Foto: Gabriela Brino)

LANCE!
20/02/2018
09:42
Santos (SP)

De volta ao Santos, Gabigol, que se vê como ídolo do clube, encontrou mais uma responsabilidade na equipe. Além de fazer gols, o Menino da Vila faz questão de passar confiança aos mais jovens.

O centroavante recordou a época em que via Marcos Assunção, Edu Dracena e Durval como referências e pretende repassar a experiência aos recém-promovidos pelo técnico Jair Ventura.

- Eu me vejo como ídolo do time. Mesmo jovem, passei por várias coisas. Tento ser exemplo dentro e fora de campo. Me dedicando, conversando. A qualidade dos jovens me impressiona, rápidos, inteligentes. Santos terá grandes jogadores daqui a pouco. Tem que ser aos poucos, são jovens, Jair saberá usar. Quando estava aqui, convivi com mais experientes, Marcos Assunção, Edu Dracena, Durval, e isso faz diferença. Deixo eles à vontade para jogares porque jogam muito - explicou.

Faltando dez dias para a Liberadores, o atacante de 21 anos se mostrou ansioso, mas ressalta a importância do Peixe ir bem na partida contra o Santo André, no domingo, na Vila Belmiro, às 19h30, e acima de tudo no clássico contra o Corinthians, dia 4 de março, às 17h, no Pacaembu.

- É uma grande novidade, estou muito ansioso. Sou santista e vi muitos jogos da Libertadores na Vila. Via que o clima era diferente. Antes, porém, temos que pensar no domingo. Temos que fazer um bom jogo. Temos que fazer valer o mando de jogo. Se conseguirmos vitórias seguidas, vamos muito bem e confiantes para a Libertadores - concluiu.

O Alvinegro está no grupo 6 na competição continental e enfrentará o Real Garcilaso, no dia 1º de março, às 19h15, em Cuzco (PER), no Estádio Inca Garcilaso de la Vega.