icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/08/2015
08:32

Enquanto substituiu o lesionado Vanderlei durante o Paulistão, Vladimir viveu sob desconfiança no gol do Santos, até que se consagrou jogando contra o Corinthians, em Itaquera. O camisa 12 fez uma sequência de três defesas à queima-roupa nas finalizações de Guerrero e impediu que o Corinthians abrisse o placar do jogo que terminou em 1 a 1.

Agora, no retorno à Arena, nesta quarta-feira, às 22h, pelo duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, quem defende a meta santista é Vanderlei. Mesmo sem uma defesa histórica no estádio, o arqueiro tem outro trunfo em jogos decisivos. Quem conta é um outro goleiro, que acompanhe de perto os trabalhos do titular e do reserva.

– O Vanderlei é muito frio, tem 31 anos, já passou por muita coisa na carreira e sabe lidar com jogos assim. Ele sempre entra nos jogos com o mesmo espírito, mesmo os clássicos e em jogos mais difíceis. É uma inspiração para mim – conta Gabriel Gasparotto, terceiro goleiro do Santos.


Vanderlei e Vladimir são a dupla de goleiros do Peixe (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

– Acredito que o Santos esteja bem servido, sim. O Vanderlei é um cara que veio para somar, é experiente, não sente pressão. O Vladimir é um goleiro que está no clube há muito tempo, já está se tornando um goleiro de experiência também, não é mais um menino. Agora eu estou trabalhando e esperando a oportunidade de mostrar meu potencial - acrescenta.

Aos 21 anos, Gasparotto ocupa o posto de terceiro goleiro do Peixe. Revelado nas categorias de base, ele foi titular na conquista da Copinha de 2013. Ele está no elenco profissional desde 2012.


Gasparotto treina diariamente com Vanderlei e Vladimir (Foto: Ricardo Saibun / Santos FC)

Enquanto substituiu o lesionado Vanderlei durante o Paulistão, Vladimir viveu sob desconfiança no gol do Santos, até que se consagrou jogando contra o Corinthians, em Itaquera. O camisa 12 fez uma sequência de três defesas à queima-roupa nas finalizações de Guerrero e impediu que o Corinthians abrisse o placar do jogo que terminou em 1 a 1.

Agora, no retorno à Arena, nesta quarta-feira, às 22h, pelo duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, quem defende a meta santista é Vanderlei. Mesmo sem uma defesa histórica no estádio, o arqueiro tem outro trunfo em jogos decisivos. Quem conta é um outro goleiro, que acompanhe de perto os trabalhos do titular e do reserva.

– O Vanderlei é muito frio, tem 31 anos, já passou por muita coisa na carreira e sabe lidar com jogos assim. Ele sempre entra nos jogos com o mesmo espírito, mesmo os clássicos e em jogos mais difíceis. É uma inspiração para mim – conta Gabriel Gasparotto, terceiro goleiro do Santos.


Vanderlei e Vladimir são a dupla de goleiros do Peixe (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

– Acredito que o Santos esteja bem servido, sim. O Vanderlei é um cara que veio para somar, é experiente, não sente pressão. O Vladimir é um goleiro que está no clube há muito tempo, já está se tornando um goleiro de experiência também, não é mais um menino. Agora eu estou trabalhando e esperando a oportunidade de mostrar meu potencial - acrescenta.

Aos 21 anos, Gasparotto ocupa o posto de terceiro goleiro do Peixe. Revelado nas categorias de base, ele foi titular na conquista da Copinha de 2013. Ele está no elenco profissional desde 2012.


Gasparotto treina diariamente com Vanderlei e Vladimir (Foto: Ricardo Saibun / Santos FC)