icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/08/2015
09:18

O técnico Dorival Júnior terá, no mínimo, dois problemas para escalar o Santos, que enfrenta o Cruzeiro, no domingo, às 18h30, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro. Sem Gabriel, com um edema na coxa direita, o treinador não poderá contar também com Geuvânio, que levou o terceiro cartão amarelo na última rodada, contra o Avaí, e terá que cumprir suspensão.

O favorito para assumir uma das vagas é Marquinhos Gabriel, utilizado com frequência sob o comando de Dorival. Na quarta-feira, em que Gabigol saiu aos 18 minutos do primeiro tempo, foi o camisa 31 o escolhido para jogar até o fim. Diante do Corinthians, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, foi dele o segundo gol.

Já para a outra vaga, a concorrência maior fica entre Neto Berola e Leandro, ambos emprestados ao Peixe até o fim do ano, por Atlético-MG e Palmeiras, respectivamente.

Entre as preferências do treinador, Berola é quem leva mais vantagem, por ter sido escolhido com mais frequência para entrar no decorrer do jogo. Já o camisa 7, que chegou depois, não leva tanta desvantagem, pois veio a pedido do próprio comandante, quem já o elogiou.

Correndo por fora está Marquinhos, contratado após o Paulistão em que jogou pelo Osasco Audax. Ele foi utilizado por Dorival no decorrer da partida contra o Joinville, na Vila Belmiro, vencida pelo Santos por 2 a 0.

Veja os números dos concorrentes ao ataque na temporada:

Marquinhos Gabriel: Contratado no começo do ano, já esteve em 23 jogos, fez três gols e deu três assistências.

Neto Berola: 10 jogos.

Leandro: Três jogos.

Marquinhos: Dois jogos.


O técnico Dorival Júnior terá, no mínimo, dois problemas para escalar o Santos, que enfrenta o Cruzeiro, no domingo, às 18h30, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro. Sem Gabriel, com um edema na coxa direita, o treinador não poderá contar também com Geuvânio, que levou o terceiro cartão amarelo na última rodada, contra o Avaí, e terá que cumprir suspensão.

O favorito para assumir uma das vagas é Marquinhos Gabriel, utilizado com frequência sob o comando de Dorival. Na quarta-feira, em que Gabigol saiu aos 18 minutos do primeiro tempo, foi o camisa 31 o escolhido para jogar até o fim. Diante do Corinthians, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, foi dele o segundo gol.

Já para a outra vaga, a concorrência maior fica entre Neto Berola e Leandro, ambos emprestados ao Peixe até o fim do ano, por Atlético-MG e Palmeiras, respectivamente.

Entre as preferências do treinador, Berola é quem leva mais vantagem, por ter sido escolhido com mais frequência para entrar no decorrer do jogo. Já o camisa 7, que chegou depois, não leva tanta desvantagem, pois veio a pedido do próprio comandante, quem já o elogiou.

Correndo por fora está Marquinhos, contratado após o Paulistão em que jogou pelo Osasco Audax. Ele foi utilizado por Dorival no decorrer da partida contra o Joinville, na Vila Belmiro, vencida pelo Santos por 2 a 0.

Veja os números dos concorrentes ao ataque na temporada:

Marquinhos Gabriel: Contratado no começo do ano, já esteve em 23 jogos, fez três gols e deu três assistências.

Neto Berola: 10 jogos.

Leandro: Três jogos.

Marquinhos: Dois jogos.