Gabigol, do Santos

Pelo Santos, Gabriel marcou 18 gols em 52 partidas neste ano. No total, são 41 gols em 123 confrontos  (Foto: Ricardo Saibun/Santos FC)

Gabriel Carneiro
16/11/2015
15:57
São Paulo (SP)

Aos 19 anos. Gabigol vive uma temporada de feitos grandiosos em sua carreira. Campeão paulista com o Santos, ele é o camisa 10 do time quarto colocado do Brasileirão e finalista da Copa do Brasil - torneio do qual ele é artilheiro com sete gols marcados. Além do sucesso no clube, o atacante irá fechar a temporada de 2015 como principal goleador da Seleção Brasileira olímpica, que entrou em campo sete vezes no ano. Só Gabigol foi responsável por marcar seis dos 23 gols do time nacional sub-23, além de mais duas assistências.

Gabigol começou o ano convocado para a Seleção Brasileira que disputou o Sul-americano sub-20, mas foi reserva da competição que o Brasil fechou em quarto lugar, atrás de Argentina, Colômbia e Uruguai. Depois, ele não foi chamado para o Mundial da categoria e nem para os primeiros três amistosos do time sub-23, em preparação para a Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro.

O santista, aliás, também teve trabalho para recuperar a condição de titular de sua equipe, e só alcançou o objetivo após a saída de Robinho para o futebol chinês.  Neste ano, ele marcou pelo Peixe 18 gols em 52 anos. Titular do Santos desde junho, Gabigol recuperou espaço na Seleção após a chegada de Rogério Micale para substituir Alexandre Gallo. Desde então foram duas convocações e quatro amistosos disputados. Nestes quatro amistosos é que marcou os seis gols e deu as duas assistências, sendo seu melhor jogo o deste domingo, na goleada por 5 a 1 para cima dos Estados Unidos em que fez dois gols e deu um passe para Luan marcar.

Seleção olímpica
Com Gabigol vestindo a número 11, time olímpico goleou os Estados Unidos por 5 a 1 neste domingo (Foto: Fernando Torres/Paysandu)


A Seleção olímpica anotou 23 gols em sete compromissos na temporada. Além dos seis de Gabigol, Luan (três vezes), Gabriel Jesus, Felipe Anderson, Maicon e Vitinho (duas vezes) e Vinicius Araújo, Valdivia, Fred, Lucas Silva e Talisca marcaram, além de mais um contra. Foram cinco vitórias, um empate e uma derrota e 76% de aproveitamento na temporada sob o comando de Gallo, no primeiro momento, e depois Micale.

Gabigol possui um projeto de carreira que inclui a participação na Olimpíada de 2016, e o sucesso neste fim de ano torna a concretização do objetivo uma realidade mais próxima, já que a competição será realizada em agosto do ano que vem e a convocação realizada por Dunga em parceria com Rogério Micale. 

Há três meses, diretoria do Santos, o empresário Wagner Ribeiro, e a empresa 4 ComM, de consultoria de imagem e marketing, fecharam um plano para valorizar a marca do jovem de 19 anos após a recusa da proposta do Fenerbahce (Turquia). O "Projeto Gabigol"  inclui propostas de comunicação e também esportivas, como seguir a trilha do futebol europeu somente depois da participação na Olimpíada como atleta do Santos. O atleta tem contrato com o clube alvinegro até 30 de setembro de 2019.