Cachorro (Imagem: Reprodução/Sportv)

Gabriel ficou intimidado com os latidos do cachorro policial à beira do campo (Imagem: Reprodução/Sportv)

LANCE!
14/02/2016
10:30
São Paulo

O Santos sofreu empate em jogo de seis gols contra o Novorizontino na noite de sábado, no interior paulista. O primeiro tento saiu pelos pés de Gabriel, que recebeu uma assistência açucarada de Ricardo Oliveira. O veterano foi lançado do lado esquerdo por Renato, saiu livre na área e tocou para o garoto empurrar para as redes. Autor de quatro gols em 2016, Gabigol não poupou elogios ao veterano.   

— Recebi um belo passe para o gol, e essa é uma qualidade do Ricardo Oliveira. Ele é um jogador completo, que faz gols, mas também serve a gente. — disse Gabriel, que também já deu uma assistência na temporada, justamente para o camisa 9.

O garoto de 19 anos não evitou o empate, mas protagonizou um lance um tanto curioso em Novo Horizonte. No início da partida, o atleta foi acuado por um cachorro policial que estava à beira do gramado. Firme na coleira, o Pastor Alemão latiu de maneira ameaçadora e intimidou o jogador, que solicitou a retirada do animal. Passado o susto, Gabriel fez piada com a situação. 

— Fui começar a jogada, fiquei bem no canto, aí ele latiu para mim e fiquei meio com medo. Achei que ele ia me atacar e pedi para tirarem ele de perto. Mas acho que ele só estava me marcando também. — brincou. 
 
Líder do Grupo A do Paulistão, com oito pontos, o Peixe terá uma semana de trabalho para ajustar a equipe. O próximo compromisso será o clássico contra o Palmeiras, no próximo sábado, no Allianz Parque. Será o primeiro confronto entre as equipes desde a final da Copa do Brasil.