Santos

Artista Renato Guedes esteve no CT Rei Pelé nesta semana (Foto: Ricardo Saibun/Santos FC)

Gabriel Carneiro e Russel Dias
06/11/2015
08:00
São Paulo (SP)

O presidente santista Modesto Roma Júnior está com a agenda cheia. De segunda até sexta-feira, além de compromissos para resolver pendências de outras áreas, ele recebe empresários de jogadores para analisar possibilidades de reforços para 2016. Os nomes oferecidos são os mais diversos, e alguns até despertaram atenção (veja três exemplos abaixo).

As reuniões do departamento de futebol acontecem quase toda semana e novos nomes de jogadores surgem nestes encontros. Essa chuva de atletas oferecidos ao Peixe se deve ao fato de que, mesmo precisando se reforçar para 2016, seja para a Libertadores ou para as competições nacionais, o clube ainda está frágil financeiramente.

Embora os salários na carteira de trabalho estejam em dia, o Santos ainda não se dá o luxo de pagar para contratar novos jogadores. No máximo, um ou outro reforço de peso pode receber um salário acima do teto avaliado em R$ 200 mil mensais. Assim como neste ano, a ideia para se fortalecer é gastar pouco (ou nada) para “engordar” o grupo.


– O nosso grande segredo neste ano foi fazer mais com menos. No ano que vem a situação melhora porque teremos receita que neste ano nós não tivemos, e ficará mais fácil administrar o futebol dessa forma. Receitas de televisão que tinham sido antecipadas pela outra gestão, nesse ano serão todas nossas – afirmou o superintendeste de esportes do Peixe, Dagoberto Santos, que é quem comanda as negociações.

Para começar a pré-temporada em 2016 com o elenco fechado, que é o desejo de diretoria e comissão técnica, o Santos precisa, agora, riscar os nomes que não lhe interessam e circular os mais interessantes para desenhar o futuro mais otimista possível. Sem ter de passar a borracha.

VEJA ALGUNS DOS NOMES OFERECIDOS AO SANTOS PARA 2016:

Bruno Henrique - Atacante de 24 anos tem contrato até o fim de 2018 com o Goiás. Segundo seu empresário, dono de 40% dos direitos econômicos, intermediários já entraram em contato em nome do Santos. Jogador que foi destaque do Campeonato Goiano de 2015 já tem seis gols marcados nesta edição do Brasileirão.

Bruno Henrique, do Goiás
Bruno Henrique, atacante do Goiás (Foto: Divulgação)


Marcelo Toscano - Atacante de 30 anos é o vice-artilheiro da Série B do Brasileirão e defende atualmente o América-MG. Empresários garantem ter proposta oficial do Santos, que nega. Jogador tem vínculo até o fim do ano.

Marcelo Toscano, do América-MG
Marcelo Toscano, do América-MG (Foto: Divulgação)


Ronaldo Mendes - Meio-campista de 23 anos defende atualmente o ABC-RN e também foi oferecido por intermediários à diretoria do Santos. Ele tem contrato em seu clube até o fim do ano e já possui pré-contrato com o XV de Piracicaba para o Paulistão. Caso o Santos não se pronuncie até o fim do ano, ele defenderá a equipe do interior paulista em 2016.

Ronaldo Mendes, do ABC
Ronaldo Mendes, do ABC (Foto: Divulgação)