Final Campeonato Paulista - Santos x Audax (foto:Eduardo Viana/LANCE!Press)

Torcedores do Santos lotaram a Vila Belmiro na final do Paulistão (foto:Eduardo Viana/LANCE!Press)

Bruno Cassucci e Léo Saueia
09/05/2016
19:27
São Paulo (SP)

Além de conquistar um novo título estadual e aumentar ainda mais a invencibilidade de jogos dentro de sua casa, o Santos atingiu uma nova marca na Vila Belmiro. O público pagante na grande decisão do último domingo, diante do Audax, foi o maior do Peixe desde 2008.

Os 16.018 torcedores que vibraram com o golaço do centroavante Ricardo Oliveira na partida contra a equipe de Osasco ficam atrás, na história recente, apenas dos torcedores que assistiram à eliminação do Peixe na Libertadores de 2008. Na ocasião, pelas quartas de final do torneio, quando o Peixe venceu o América (MEX) por 1 a 0, 19.539 torcedores estiveram no estádio.

Entretanto, apesar de menor quantidade, a renda arrecadada com a bilheteria na final deste ano superou a queda para os mexicanos. Na conquista sobre o Audax, o clube arrecadou R$ 934.920,00, enquanto em 2008 obteve R$ R$ 609.820,00. Vale destacar, porém, que a renda da decisão deste domingo foi depositada em juízo na Justiça por conta do imbróglio envolvendo o Santos e a Doyen Sports pela contratação do centroavante Leandro Damião.

Mesmo superando a bilheteria arrecadada em 2008, o Peixe teve problemas na finalíssima no acesso ao estádio. Há relatos de torcedores que compraram ingressos, mas na hora de entrar ao estádio, não encontraram lugares disponíveis e assistiram à partida sentados nas escadas das arquibancadas.

O clube tem uma cota de cerca de 5 mil ingressos que não podem ser colocados à venda, já que a carga corresponde aos donos de cadeiras cativas que não precisam reservar o espaço antes das partidas.