Zeca

Zeca cruzou de pé esquerdo para o gol de Thiago Maia nos 2 a 1 de domingo contra o Palmeiras, na Vila (Foto: Ivan Storti/LANCE!Press)

LANCE!
03/11/2015
16:08
Santos (SP)

Aos 21 anos, Zeca vive uma temporada de afirmação com a camisa do Santos. Profissional do clube há quase duas temporadas, o camisa 37 se firmou como titular após a chegada do técnico Dorival Júnior, há quatro meses, e já foi convocado em duas oportunidades para a Seleção Brasileira olímpica. Na primeira chance, sofreu uma lesão entre o quadril e a coxa direita e precisou ser cortado. Agora, espera estar inteiro para servir à equipe em dois amistosos contra os Estados Unidos, em novembro.

- Estou ansioso. Bastante ansioso. Na primeira vez eu me machuquei, fiquei muito triste pelo o que aconteceu, mas graças a Deus fui convocado de novo, a oportunidade veio de novo. Agora vou ter a oportunidade de representar o Brasil lá - disse o satisfeito lateral-esquerdo do Santos, que, no entanto, deverá atuar na direita sob o comando de Rogério Micale, já que é destro.

Os amistosos da Seleção olímpica serão realizados nos dias 11 e 15 de novembro, e o Peixe entra em campo apenas uma vez antes da apresentação do grupo de jogadores. Domingo, contra o Joinville, o Santos atua pela 34ª rodada do Brasileirão, mas estará sem Zeca. O lateral-esquerdo, assim como o zagueiro Gustavo Henrique, recebeu o terceiro cartão amarelo no clássico contra o Palmeiras e será baixa no fim de semana. Mesmo sem o risco de uma nova lesão que atrapalhe sua ida à Seleção, Zeca lamenta não enfrentar o Joinville.

- Jogador quer jogar toda hora, ainda mais os moleques novos. Queremos atuar pelo Santos em todos os jogos. Eu fico triste por tomar um cartão bobo, até tomei uma dura depois. Mas o Chiquinho ou o Caju estão preparados para jogar - disse Zeca, que diante do Palmeiras deu uma rara assistência de pé esquerdo:

- No começo, quando eu vim dar coletivas, me perguntaram se eu estava treinando o pé esquerdo. E venho treinando bastante. Pude provar, porque o cruzamento saiu certo.