LANCE!
14/12/2016
19:13
Santos (SP)

Depois de recusar oferta do China Hebei Fortune no início deste ano, o meia Lucas Lima está novamente no radar do futebol chinês para 2017. O Santos espera para os próximos dias receber uma oferta por seu camisa 10 que o empresário Wagner Ribeiro classifica como "irrecusável".

Wagner Ribeiro agenciava a carreira de Lucas Lima antes de o meia acertar representação com a empresa do pai de Neymar. Em entrevista à Rádio Globo, o empresário não revelou os valores exatos da oferta chinesa, mas promete levar nos próximos dias para o Santos e diz que o atleta não se opõe à transferência.

- O Lucas tem um problema sério com o Santos, que tem só 10% dos direitos. Um clube chinês tem uma proposta irrecusável, que não dá para nenhum clube do mundo nem para o jogador dizerem não. Já falei com o diretor do Santos, ainda não vou levar a proposta porque quero ela por escrito do clube. Isso quando chegar, o Santos vai definir. Devemos ter novidades já nos próximos dias ou até o final do ano. É uma proposta excelente para o jogador. É irrecusável, coisa perto dos 20 milhões de dólares por ano, como ganham Hulk, Lavezzi, Oscar. Estive com o Lucas e ele me deixou à vontade para evoluir. Ele tem 26 anos, tem mais um bom contrato pela frente, está sendo convocado, está na vitrine. Lógico que o sonho dele é um time top da Europa. Ele se preocupava antes, quando recusou a China em janeiro, em não ser mais chamado para Seleção. Mas agora tem jogadores convocados pelo Tite, não é mais problema na cabeça dele. Vamos aguardar, a hora dele está chegando - disse.


Outro representante do meia do Peixe e da Seleção Brasileira, Edson Khoddor, tem uma reunião marcada com o presidente Modesto Roma Júnior na Vila Belmiro ainda nesta semana para discutir as possibilidades de negociação. No último domingo, apesar das declarações do empresário de que o negócio interessa ao atleta, Lucas Lima disse ao mandatário do Peixe que não tinha a intenção em se transferir para a China neste momento. O meia ainda tem o sonho de ser negociado com um grande clube da Europa.

Santos e Lucas Lima vêm negociando renovação de contrato do camisa 10 por mais três temporadas e estão próximos de um acordo. O problema para o acerto é justamente a porcentagem dos direitos econômicos. Atualmente, a Doyen Sports detém 80% dos direitos, e a intenção do Peixe é fazer o fundo abrir mão de uma parte de sua fatia em uma negociação futura.