Valencia  - Santos

Valencia foi campeão paulista pelo Santos antes de se lesionar em 2015 (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

LANCE!
15/01/2016
10:14
Santos (SP)

Praticamente liberado pelos médicos para voltar a treinar com bola após realizar cirurgia no ligamento do joelho direito, o volante Valencia foi "presenteado" pelo Santos com mais um ano de contrato. Apesar de o colombiano estar há quase sete meses parado, a diretoria do Peixe comemora o novo vínculo.

Nos bastidores, o clube festeja o fato de ter conseguido diminuir os vencimentos mensais do colombiano. Quando chegou ao Alvinegro, no início de 2015, Valencia acertou um acordo para receber aproximadamente R$ 100 mil por mês. Após a lesão, que ocorreu enquanto defendia a seleção de seu país, a federação colombiana arcou com as despesas do volante.

Agora quase à disposição da comissão técnica, o volante recebeu elogios do técnico Dorival Júnior. Para o comandante, a experiência do veterano volante será fundamental para dar suporte aos jovens jogadores do elenco, que ainda oscilam durante a temporada.

- Ele tem uma vasta experiência, é jogador de Seleção, teve um belo aproveitamento em 2015 e merece um respeito muito grande por tudo que já fez em sua carreira. Será muito importante para esse grupo, que tem jogadores muito jovens. Nós precisamos de jogadores com essa maturidade, vivencia e experiência. A renovação foi pensada por todos nós, para que pudéssemos continuar tendo uma sustentação à equipe - disse o comandante santista. 

Enchendo o colombiano de elogios, Dorival Júnior ainda aguarda a liberação dos médicos para contar definitivamente com o jogador. O treinador, no entanto, já adiantou que ele brigará por uma vaga no meio de campo titular, que hoje conta com os volantes Renato e Thiago Maia, além do meia Lucas Lima.

- É um jogador que tem um carinho muito grande dentro do grupo e um respeito ainda maior. Não tenho dúvidas que será um elemento importante em nossa sequência e quando estiver totalmente recuperado, brigará, certamente, por uma posição no time titular. Ele é maduro e merece muito respeito - elogiou.