Matheus Jesus

Volante tem dois jogos pelo Peixe e duas vitórias (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

LANCE!
01/10/2017
08:00
Santos (SP)

O técnico Levir Culpi tinha três opções para substituir o lesionado Renato no clássico contra o Palmeiras. Vecchio, o primeiro, foi punido pelo treinador por ter dito no Twitter que não iria para o jogo, após ele mesmo se queixar de dores na panturrilha. Leandro Donizete, o segundo, chegou atrasado ao treino da última quinta-feira e ficou fora da lista de relacionados. Matheus Jesus, o terceiro, enfim teve sua chance como titular e foi elogiado pelo comandante. Porém, as chances de ter uma sequência entre os 11 principais é pequena.

Até quinta-feira, quando o Peixe vai a Campinas, encarar a Ponte Preta, a previsão do departamento médico é de que Renato já tenha condições de jogo. Na última semana, o camisa 8 foi preservado para que o inchaço em seu tornozelo diminuísse.

A princípio, após o jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, contra o Barcelona de Guayaquil, no Equador, o volante teve dois edemas diagnosticados na perna direita.

Após a vitória sobre o Palmeiras, o técnico Levir Culpi comparou Matheus Jesus a Thiago Maia, titular do Santos até ser vendido ao Lille (FRA).

- Matheus pareceu lento e sem ritmo quando chegou. Forçamos a parte física dele e estreou no jogo passado. Segurou os 90 minutos. Demonstrou qualidade técnica a ponto do Thiago, mas vamos com calma. Fez uma partida que correspondeu à altura do que fazíamos com o Thiago Maia.

- Surpreendeu de certa forma. Não esperava essas firulas. Ele demonstrou personalidade. Não brincou, nem humilhou, fez com confiança. Dizem que ele tem 20 anos, não acredito. Demostrou qualidade técnica e nos deixou feliz - acrescentou sobre Matheus.

Após a saída de Thiago Maia, Levir escolheu Alison como seu sucessor. O camisa 5 tem formado a dupla de volantes ao lado de Renato desde então.