icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/08/2015
10:03

O Santos começou o ano de 2015 sob desconfiança mas já em agosto pode comemorar um feito inédito nos últimos anos: eliminar os três rivais em competição de mata-mata. No Paulistão, despachou São Paulo na semifinal e Palmeiras na final. Na Copa do Brasil, completou o ato triunfal ao passar pelo Corinthians, nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Tal fato não acontecia na Vila Belmiro desde que Pelé vestia o manto, em 1969. No Paulistão daquele ano, venceu Timão e Verdão e empatou com o Tricolor, resultado que o deu o título estadual. 

Neste ano, para eliminar os três, o Santos teve que vencer todos os duelos. Na semi do estadual, bateu o São Paulo por 2 a 1 na Vila Belmiro. Já na final, perdeu o primeiro duelo por 1 a 0 e venceu por 2 a 1 na volta, sendo campeão nos pênaltis.

Contra o Corinthians, venceu dentro e fora de casa: 2 a 0 e 2 a 1.

O triunfo em Itaquera, aliás, marcou a primeira vitória do Alvinegro Praiano fora de casa contra um time de série A na temporada. A última havia sido contra o Vitória, em Salvador, na 38ª oitava rodada do Brasileirão de 2014.

O Santos começou o ano de 2015 sob desconfiança mas já em agosto pode comemorar um feito inédito nos últimos anos: eliminar os três rivais em competição de mata-mata. No Paulistão, despachou São Paulo na semifinal e Palmeiras na final. Na Copa do Brasil, completou o ato triunfal ao passar pelo Corinthians, nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Tal fato não acontecia na Vila Belmiro desde que Pelé vestia o manto, em 1969. No Paulistão daquele ano, venceu Timão e Verdão e empatou com o Tricolor, resultado que o deu o título estadual. 

Neste ano, para eliminar os três, o Santos teve que vencer todos os duelos. Na semi do estadual, bateu o São Paulo por 2 a 1 na Vila Belmiro. Já na final, perdeu o primeiro duelo por 1 a 0 e venceu por 2 a 1 na volta, sendo campeão nos pênaltis.

Contra o Corinthians, venceu dentro e fora de casa: 2 a 0 e 2 a 1.

O triunfo em Itaquera, aliás, marcou a primeira vitória do Alvinegro Praiano fora de casa contra um time de série A na temporada. A última havia sido contra o Vitória, em Salvador, na 38ª oitava rodada do Brasileirão de 2014.