Flamengo x Santos (Foto:Gilmar Ramos)

Santos aguentou a pressão do Fla e contra-atacou (Foto:Gilmar Ramos)

LANCE!
04/08/2016
00:47
Santos (SP)

Palmeiras e Grêmio podem até vencer Chapecoense e Santa Cruz, respectivamente, na quinta-feira, mas até lá, muitos santistas vão comemorar a liderança do Campeonato Brasileiro após o empate sem gols com o Flamengo nesta quarta. O técnico Dorival Júnior, no entanto, tem outros motivos para comemorar.

Apesar de ter alcançado a posição mais cobiçada da tabela, o treinador do Peixe elogiou outros fatores: a postura do time sem Lucas Lima, Ricardo Oliveira e os selecionados.

- Tivemos um cuidado defensivo maior por causa de uma equipe remodelada, mas não deixamos de jogar, isso é o mais importante. Só tenho que enaltecer a atitude desses jogadores. É um ponto que pode ser decisivo lá na frente.

- Não tem que alterar nada. Não temos como objetivo a liderança momentânea. Não é tão importante quanto manter a postura que a equipe vem tendo - completou.

Após opinar sobre o time, aí sim foi a vez do comandante alvinegro falar sobre o primeiro lugar, ainda que ameaçado até o fechamento da rodada, na quinta-feira.

- Há muitos anos o Santos não se aproximava da liderança. É um fato importante, temos segunda defesa menos vazada, melhor ataque e com todos esses problemas - concluiu.

O Peixe tem 33 pontos e passou o Corinthians por ter o melhor saldo de gols: 16.