Santos x Ferroviária

Dorival e Sérgio Vieira se cumprimentam antes do duelo na Vila Belmiro (Foto: Ivan Storti/Lancepress!),

LANCE!
01/04/2016
00:25
Santos (SP)

Se o placar de 4 a 1 sugere domínio do Santos sobre a Ferroviária, na Vila Belmiro, ao longo dos 90 minutos não foi bem assim. Com Lucas Lima no banco de reservas por conta de uma indisposição que teve antes da partida, o Peixe foi a campo com Rafael Longuine na armação e acabou dominado pela equipe de Araraquara no primeiro tempo e saiu perdendo por 1 a 0.

Para o técnico Dorival Júnior, a primeira etapa foi completamente dominada pela Ferroviária, com o Peixe pressionado na saída de bola e sofrendo do próprio veneno. Na segunda porém, em atuação completamente diferente do início, sua equipe pressionou e conseguiu a virada.

- Tentamos diminuir a margem de erro, porque foi muito grande no primeiro tempo. Não conseguimos marcar uma equipe que joga praticamente igual ao Santos. Estávamos sendo envolvidos desde a saída de bola, e trabalhamos muito isso. Acho que adiantamos algumas situações. Melhoramos o nosso posicionamento. A nossa saída melhorou. Consequentemente passamos a jogar no campo da Ferroviária. Diminuímos as opções de saída de bola. A partir daí, a equipe teve um crescimento. Os gols saíram pela busca dos jogadores nos 45 minutos finais - analisou. 

Muito da mudança de rendimento do Santos se deve à entrada de Lucas Lima no intervalo, na vaga de Alison. Com a entrada do meia, o time subiu de produção e passou a jogar no campo de ataque da Ferroviária, até chegar ao empate e à virada. Dorival, ao final da partida, rasgou elogios ao camisa 20.

- Não tenho mais o que falar. Tudo o que tínhamos observado ao longo de todo o período ele confirma a cada rodada. E ele sabe a importância que ele tem para a nossa equipe e começa a chamar atenção na Seleção também. É isso que ele está buscando. Não tinha condições de iniciar o jogo com ele. Corremos um risco grande no segundo tempo até. Entrou se dedicando, conseguiu superar o problema que tinha e fez uma bela partida - elogiou.