Confira as melhores imagens da vitória do Vasco sobre o Santos (foto:Cleber Mendes/LANCE!Press)

Santos enfrentou o Vasco com dez reservas neste domingo (Foto:Cleber Mendes #/ LANCE!Press)

LANCE!
29/11/2015
21:23
Rio de Janeiro (SP)

O Santos perdeu por 1 a 0 para o Vasco neste domingo e não tem mais chances de chegar ao G4 do Brasileirão. Nos últimos dois jogos, em que sofreu duas derrotas, o Peixe entrou em campo com jogadores reservas. Segundo o técnico Dorival Júnior, nas duas partidas os suplentes atuaram bem e ele não se arrepende de nenhuma escalação.

- Saí daqui satisfeito porque a equipe foi montada as pressas e respondendo à altura. Jogamos bem contra Coritiba e Vasco. Isso que queríamos.

- Buscamos o resultado a todo momento, não tivemos possibilidade de empate, mas a equipe do Santos fez uma boa apresentação, criou boas oportunidades - afirmou Dorival após o jogo deste domingo, em São Januário.

Questionado a respeito de priorizar a Copa do Brasil ao Campeonato Brasileiro, o treinador disse que o Peixe pagou um preço por chegar até o fim das duas competições com chances de alcançar seus objetivos.

- Eu te pergunto. Você tomaria que atitude com uma decisão na quarta e com um campo desses? - disse, se referindo ao gramado pesado após as fortes chuvas.

- Seria uma irresponsabilidade muito grande. Estamos em fim de temporada. Joguei com os titulares até onde deu. Coloco uma interrogação. Estamos em definição de dois campeonatos e estamos pagando um preço alto por isso. Tivemos que abrir mão do Brasileiro em determinado momento. Parece que não pensam no nosso país. Não se mensura o que pode acontecer. Aí a equipe acaba sendo penalizada. Se o Corinthians não tivesse caído para nós (na Copa do Brasil) , poderia até ter ganhado o Brasileiro, mas estaria com dificuldades. Chega o momento que tem que ouvir diretoria, comissão e jogadores. E tomamos a decisão - explicou.


O Santos passou a priorizar a Copa do Brasil desde a penúltima rodada do Brasileiro, para jogar a primeira partida da final, vencida por 1 a 0. A decisão será na quarta-feira, às 22 horas, no Allianz Parque, contra o Palmeiras.