internacional x Santos

Dorival exaltou superioridade do Internacional (Foto: Jeferson Guareze/AGIF)

LANCE!
19/10/2016
22:24
Santos (SP)

O Santos sofreu na defesa e no ataque durante a derrota por 2 a 0 para o Internacional, que culminou na eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil. A inferioridade técnica em relação aos reservas do Colorado, no entanto, não irritou o técnico Dorival Júnior a ponto do treinador se queixar de sua equipe. Em sua entrevista coletiva, o comandante santista reconheceu os pontos em que o adversário foi melhor.

- Não existe essa conotação de time reserva. Jogamos contra Inter e Grêmio (no domingo). Tivemos uma equipe forte hoje. O Santos também se doou, foi ao limite, teve intensidade. O Inter se fechou bem, tivemos um bom tempo com a bola nos pés. Tentamos, fomos para cima, não nos acovardamos. Natural que se jogue contra duas equipes que não vinham atuando e tenha uma conotação diferente. Mas não subestimamos. Enfrentamos com todas as nossas forças.

- Buscamos movimentações, saídas, trabalhamos entre as linhas do Inter. Tivemos algumas oportunidades, mas sem aquela clareza das últimas partidas. Em razão disso, tivemos dificuldades e com a própria ansiedade de buscar o empate, você acaba dando condição favorável aos contra-ataques como aconteceu no último minuto - detalhou Dorival.

Sem poupar os titulares do Peixe em nenhuma competição, o cansaço também não foi esquecido pelo treinador, que agora terá só o Brasileirão para se preocupar, assim como o desfalque de Vitor Bueno.


- O limite comprometeu bastante. Atrapalha (o desfalque), é um grande jogador, tem dez gols no Brasileiro. Agora, falta sempre vai fazer um grande jogador, mas nosso grupo tem capacidade para superar - concluiu.