Modesto e Dorival

Modesto visitou o CT na semana passada e conversou com Dorival (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

LANCE!
01/08/2016
06:00
Santos (SP)

O fato do Santos ter vendido o mando de campo contra o Flamengo para uma empresa de eventos ainda não foi digerido no clube. Apesar do técnico Dorival Júnior considerar a questão sobre o jogo de quarta como um assunto antigo, o treinador afirmou que há uma promessa da diretoria para que não aconteça mais mudanças como essa no futuro.

– O presidente se comprometeu que isso não aconteceria mais. Temos que analisar a tabela, se jogarmos com torcida 90% fora, faremos 11 jogos fora de casa no turno, e apenas oito em casa. Seria fundamental pelo momento das equipes, pela disputa, briga direta, jogar em casa. Prejuízo grande. Minha preocupação é motivar os jogadores ao máximo para fazermos um grande jogo – disse o técnico santista, que já comandou o Rubro Negro carioca.

Aliás, o fato de ter trabalhado no Flamengo e por sua experiência no Rio é que leva Dorival a crer que a torcida comparecerá em peso na Arena Pantanal, na quarta-feira, às 21h45.

- Vamos ver como será a reação. É claro isso. Estive do lado de lá, no Flamengo, e sei o que é jogar fora do Rio em qualquer estado à exceção, talvez, de São Paulo. Conheço o torcedor e sei o que deve acontecer. Torcida é numerosa, participativa. Teremos que ter esforço muito grande para ter posição confirmada - pontuou.

A venda aconteceu ainda no ano passado, mas a partida não foi realizada porque o Santos brigava pelo G4, como acontece atualmente.