Russel Dias
06/02/2016
13:12
Santos (SP)

No Carnaval, a pressão sobre as primeiras escolas que se apresentam sempre é maior, e foi assim também com o futebol na manhã deste sábado, quando Santos e Ituano inauguraram a terceira rodada do Paulistão, às 11 horas, na Vila Belmiro. Longe de desfilar em campo, nenhuma das equipes deu show ou mereceu nota 10, mas o Peixe conseguiu vencer no último minuto para garantir a vitória.

No tapete da Vila Belmiro, liso como Anhembi ou Sapucaí, o Galo de Itu povoou o meio de campo e abriu as alas do Alvinegro, que chegou a sofrer na defesa. Já a alegoria ofensiva do Santos tentou surpreender com lançamentos, mas sem sucesso.

O Peixe até conseguiu balançar a rede pelo alto, mas foi na bola parada. Aos 44 da primeira etapa, Lucas Lima cobrou escanteio e Gustavo Henrique, que parece um carro alegórico de tão alto, com 1,96 m, subiu de cabeça para abrir o placar.

Veja os jogos e a classificação do Campeonato Paulista 

Santos x Ituano
Gustavo Henrique fez o primeiro (Foto: Ricardo Saibun/AGIF/Lancepress!)

Assim como em outros Carnavais, Santos e Ituano fizeram um jogo travado, com as duas equipes jogando em igualdade.

Marcelinho, o camisa 9 do Galo, foi quem puxou o bloco de Itu, que no quesito harmonia teve nota alta. Junto de Claudinho, a dupla chegou a dar trabalho para Vanderlei.

Do lado santista, Lucas Lima, que tem prestígio digno de mestre de bateria concorrida, não mostrou porque está badalado. Na comissão de frente comandada por Dorival Júnior, o camisa 20 não deu o ritmo necessário para que Gabigol, Paulinho e Ricardo Oliveira tivessem chances.

O centroavante do Peixe, que tinha marcado seu primeiro gol na temporada contra a Ponte, só foi chutar a gol depois dos 20 minutos do segundo tempo, mas parou no goleiro Diego, do Ituano.

Aos 34, Simião até balançou as redes, mas o árbitro anotou impedimento. Logo na sequência, Naylhor repetiu a cabeçada e deixou tudo igual para Santos e Ituano.

Porém, quando a torcida da casa já estava irritada e xingando, o Santos colocou a bola no chão e chegou tocando até a área. Na hora da conclusão, o árbitro marcou pênalti em Ronaldo Mendes, que entrou no lugar de Paulinho na etapa final e fez seu primeiro jogo oficial com a camisa do Santos No último minuto, Ricardo Oliveira chamou a responsabilidade e bateu. Vitória por 2 a 1 para o Peixe e um sábado de carnaval de folia garantido para os santistas. O time lidera o grupo A com sete pontos e só voltará a campo no próximo sábado, às 21h, contra o Novorizontino, fora de casa. 

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 x 1 ITUANO

Data e horário: 6 de fevereiro de 2016, sábado
Local: Vila Belmiro, Santos (SP), 11h
Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)
Assistentes: Marcelo Van Gesse e Miguel Cataneo Ribeiro (SP)
Cartões amarelos: Elano e Lucas Lima (SAN); Luiz Felipe, Peri e Claudinho (ITU)
Gols: Gustavo Henrique 47'/1ºT (1-0); Naylhor 37'/2ºT (1-1); Ricardo Oliveira 52'/1ºT (2-1)
Cartão vermelho: Raul Prata e Naylhor (ITU)
Renda/Público: R$ 215.590,00/ 5.501 pagantes

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Zeca; Thiago Maia, Renato (Vitor Bueno 40’/2ºT)  e Lucas Lima; Gabigol (Elano 33’/2ºT), Ricardo Oliveira e Paulinho (Ronaldo Mendes 20’/2ºT). Técnico: Dorival Júnior

ITUANO: Diego; Raul Prata, Naylhor, Luiz Felipe e Peri; Jonatan Lima, Simião, Claudinho e Edinho (Marcão 13’/2ºT); Ruan (Igor 25’/2ºT) e Marcelinho (Fernando Viana 20’/2ºT). Técnico: Tarcísio Pugliese