Zeca, lateral do Santos

Com proposta da Europa, lateral Zeca pode estar de saída do Santos (FOTO: Ricardo Saibun)

Léo Saueia
19/04/2016
06:35
São Paulo (SP)

Apesar de diversas sondagens do mercado europeu sobre suas joias, o Santos enfim convive com a primeira chance real de perder um de seus destaques.

Em alta após convocações para a Seleção olímpica, o lateral-esquerdo Zeca pode se transferir ao Atletico de Madrid (ESP). Por meio de um grupo de investidores com sede no município espanhol de Ponteareas, o Atletico ofereceu 8 milhões de euros (aproximadamente R$ 32,7 milhões) pelos direitos econômicos do ala.

Entretanto, como a Fifa proíbe a presença de terceiros em negociações de atletas, as partes têm algumas formas de driblar a regulamentação, já que o fundo pode "emprestar" a quantia ao clube em troca de determinada porcentagem de uma futura venda, por exemplo.

Detentor de 70% dos direitos econômicos de Zeca, o Santos nem sequer respondeu à investida e aguarda uma reunião com os representantes do jogador, mas cogita negociar com os investidores um valor acima do que foi oferecido ou até mesmo exigir que os R$ 32,7 mi sejam referentes apenas à sua porcentagem dos direitos do lateral.

Inicialmente, os espanhóis planejavam parcelar o valor do montante a ser pago ao Alvinegro, mas já trabalham com a ideia de realizarem o depósito à vista, algo que agrada à diretoria do clube, que vê necessidade em fazer caixa e até mesmo reforçar o plantel para o segundo semestre. 

Apesar de a janela de transferências para o Velho Continente reabrir apenas em julho, o Atletico deseja ter o negócio fechado o quanto antes, uma vez que uma eventual convocação de Zeca para a disputa dos Jogos Olímpicos no Rio poderia inflacionar o negócio.

Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, no CT Rei Pelé, Zeca mostrou gratidão ao técnico Dorival Júnior, que vetou sua transferência aos Estados Unidos e o bancou na equipe titular desde julho.

- Ressaltando em nome do Dorival e respeitando ele, meu pensamento é ficar no Santos. Quero fazer história, ganhar títulos e depois sair. Sondagem tem, mas ressalto que quem me deu oportunidade foi o Dorival, então em respeito a ele quero ficar aqui - disse o lateral.

Lutando contra o assédio, o Santos pode sofrer sua primeira baixa.