Russel Dias
12/06/2016
07:00
Santos (SP)

Diferente dos contos, o amor no futebol costuma acabar mais rápido entre idas e vindas, mudança de clube e atuações ruins. No Santos, enquanto Lucas Lima está na Seleção Brasileira, a torcida parece ter eleito um novo ‘queridinho’. Ou melhor, ele quem deu motivos para conquistar a nação.

Neste domingo, diante do Santa Cruz, às 19 horas, no Arruda, Vitor Bueno vai igualar o número de jogos de Lucas Lima na temporada: 19 partidas. Como prova de que conquistou os alvinegros, os números falam por si só: o camisa 18 fez seis gols e deu três assistências, enquanto o selecionado anotou dois tentos e deu cinco passes para gol do Peixe.

Como parte da conquista, Vitor Bueno usou uma tática infalível para marcar qualquer torcedor: gols bonitos. Hoje, Dia dos Namorados, nada melhor do que ‘beijar as redes’ da forma que mais agrada.

– Na hora do arremate tento me manter tranquilo para fazer o desejado. Nem sempre a ideia é fazer golaço, a gente entra em campo para tentar ajudar o time. Com naturalidade. Quando acontece, todos ficamos felizes – diz o galanteador (com a bolas nos pés) do Santos, ao LANCE!.

Dos seis gols na temporada, Bueno coleciona gol de fora da área e também gol decisivo. Foi dos pés dele que saíram dois tentos contra o São Bento, que classificaram o Peixe para a semifinal do Paulista, contra o Palmeiras, vencida na Vila Belmiro.

Como um amor improvável, Vitor não foi a primeira opção do técnico Dorival Júnior par ser titular após as saídas de Geuvânio e Marquinhos Gabriel. Antes dele, o técnico testou Paulinho e Serginho, mas foi o garoto de 22 anos quem agradou.

Depois de tanto assistir os profissionais do Santos do treino do sub-23, o namoro à distância virou realidade, e Vitor entendeu perfeitamente o que tinha que fazer certo.

De tanto agradar, o namoro virou casamento. Antes emprestado, agora o meia assinou por quatro anos com o Santos e nem pensa em sair.
Que Vitor Bueno e a nação santista sejam felizes hoje e para sempre.

"Estou tentando fazer minha parte para saberem quem é o Vitor Bueno também"

Confira o bate-bola com Vitor Bueno:

Como se sente ao superar os números de um dos melhores jogadores do Brasil?

Me sinto importante por atingir essa marca, Lucas Lima é um grande jogador. Estou tentando fazer minha parte para saberem quem é o Vitor Bueno também. Isso é motivo de honra para mim. Mas não entro em campo pensando em passar alguém, quero ajudar o time. Espero conseguir manter o bom futebol.

Até onde pode chegar?

A cada jogo que passa estou me soltando um pouco mais. Já fiz mais de dez jogos como titular em sequência, mas ainda estou acanhado em fazer uma coisa ou outra. O professor procura me ajudar para poder me soltar e ajudar. Se continuar assim, posso ajudar com mais gols.

Acha que jogar bem enquanto o time perde seus principais jogadores de dá crédito?

Quando o time joga mal, todo mundo vai mal, estou fazendo meu papel para manter regularidade. Espero que o professor e a torcida gostem.