Joel, do Cruzeiro

Joel tem 22 anos e será cedido pela Raposa ao Santos por uma temporada (Foto: Reprodução/Facebook)

Léo Saueia
12/01/2016
06:55
São Paulo (SP)

Aos poucos, o técnico Dorival Júnior vai esboçando, pelo menos na prancheta, o time do Santos para 2016. Um dos setores mais carentes da equipe após as saídas de Marquinhos Gabriel, Nilson e Leandro, o ataque ganhou um novo reforço: o camaronês Joel, de 22 anos, ex-Cruzeiro.

O atacante, que tem contrato com a Raposa até o fim de 2020, foi cedido ao Peixe por empréstimo de uma temporada. O camaronês recebe pouco menos de R$ 100 mil, e o Alvinegro fica responsável por arcar com o valor integralmente.

Apesar de ter sido contratado apenas neste ano, Joel já chama a atenção da diretoria do Santos há bastante tempo. Em 2014, quando o Peixe eliminou o Londrina, o camaronês marcou dois gols no primeiro jogo e infernizou a defesa santista.

Indicado por Dorival Júnior, que aprecia seu futebol, Joel é a segunda novidade do clube para a temporada. Paulinho, ex-Flamengo, também irá reforçar o ataque. 

Setor mais forte do Peixe em 2015, quando foi campeão paulista e vice da Copa do Brasil, o ataque não tinha nomes tão fortes para a reserva. Para a temporada deste ano, porém, a situação deve ser melhor.

Com Paulinho e Joel confirmados, o Santos ainda trabalha para realizar o sonho do retorno de Robinho à Vila Belmiro. Com ajuda de um parceiro, a diretoria alvinegra corre para fechar acordo com os representantes do Rei do Drible.

Por meio de seu estafe, o camisa 7 sinalizou que aceitaria receber salário na casa dos R$ 600 mil mensais. Com teto salarial fixado em R$ 200 mil, o Peixe teria ajuda do parceiro para arcar com os outros R$ 400 mil.

Nos bastidores, dirigentes confiam em um rápido acerto para que Robinho seja apresentado.

Com os dois reforços certos e possivelmente Robinho, o Peixe monta dois “ataques titulares”. Um formado por Robinho, Gabigol e Ricardo Oliveira, e outro, com Geuvânio, Paulinho e Joel.

Além do sexteto, jogadores como Patito, Lucas Crispim e Stéfano Yuri retornaram de empréstimo e também podem virar opção ao longo da temporada. Dorival comanda uma nova máquina de gols?