Gum, do Fluminense

Gum tem contrato no Flu até 2018, mas está fora dos planos do clube para a próxima temporada (Foto: Nelson Perez/Divulgação)

Gabriel Carneiro e Russel Dias
17/11/2015
07:55
São Paulo (SP)

Depois de receber a negativa do Grêmio por Pedro Geromel e não se animar com a perspectiva de trazer Bressan, do mesmo clube, o Santos agora mira suas atenções no experiente Gum, do Fluminense, para 2016. A contratação de um reforço para a zaga é uma das prioridades do clube na próxima temporada, especialmente em caso de classificação à Libertadores. Hoje, o elenco dispõe de cinco peças para o setor, mas duas não devem permanecer no clube, que só teria David Braz (28 anos), Gustavo Henrique (22) e Paulo Ricardo (21) em um ano importante.

Gum, aos 29, viria para ser uma nova opção do setor. Ele é um dos jogadores mais antigos do atual elenco do Fluminense e tem contrato até o fim de 2018. Mesmo assim, o clube carioca não deve dificultar a saída do zagueiro em razão do alto salário, e não está descartada uma liberação de graça para o Peixe. Além dos paulistas, um clube da Segunda Divisão do futebol japonês também sondou os representantes de Gum, mas a possibilidade de defender do Santos anima.

Nada será dito oficialmente até o fim do Campeonato Brasileiro. Procurada pela reportagem do LANCE!, a diretoria santista nega que tenha feito uma proposta, mas confirma o interesse no experiente zagueiro que já ouviu não estar nos planos do Flu para o ano que vem.

A ideia de trazer Gum, no Santos, é já pensando que dificilmente Werley ficará em 2016. Apesar de Dorival Júnior já ter elogiado o atual camisa 2 e não se opor à sua permanência, o Peixe teria que bancar o salário integral de Werley, que hoje recebe 50% dos vencimentos do Santos e a outra metade do Grêmio, clube detentor de seus direitos econômicos. Como Werley hoje não está dentro da realidade financeira do Santos, outras opções são analisadas. Kadu, que tem contrato no Atlético-PR até o fim de 2015, já foi consultado, mas também é um nome caro.

O planejamento do Santos para 2016 inclui a chegada de reforços especialmente no setor defensivo. No time de ataque inspirado, especialmente com Dorival, a defesa também requer cuidado.

DEFESA PARA 2016

David Braz e Gustavo Henrique, do Santos (Foto: Divulgação/Santos FC)
David Braz e Gustavo Henrique, do Santos (Foto: Divulgação/Santos FC)


GOLEIROS: Vanderlei, o titular, é nome certo para 2016, e Vladimir também deve seguir. Gabriel Gasparotto e João Paulo devem ser emprestados.

LATERAIS: Chiquinho é considerado caro e não deve permanecer em 2016. Caju, que atuou em só cinco jogos no ano, também pode ser cedido a outro clube. Victor Ferraz, Daniel Guedes e Zeca seguem no elenco do Peixe.

ZAGUEIROS: Setor mais indefinido. Werley ainda tem a situação discutida, mas dificilmente permanece. Leonardo não agradou e só atuou uma vez neste ano. Jubal volta de empréstimo do Avaí. Os únicos nomes certos, porém, são David Braz, Paulo Ricardo e Gustavo Henrique.