Russel Dias
17/06/2017
08:00
Santos (SP)

A proposta de 14 milhões de euros (R$ 51 milhões) da Inter de Milão por Thiago Maia agradam a diretoria do Santos, que ainda não confirma o recebimento da oferta. No entanto, de acordo com o contrato do volante, apenas metade do valor ficaria na conta do Peixe.

Além dos 30% que são de direito do atleta de 19 anos, conforme foi acertado em sua renovação contratual, o Alvinegro repassa 10% ao intermediário da negociação, que deve dividir o percentual com Juan Figer, quem representou o jovem na renovação do vínculo.

Outros 8% já foram comprometidos com Giuliano Bertolucci, que além de representar o atleta e ter levado a proposta ao Peixe, emprestou R$ 5 milhões ao clube no início do ano e exigiu o montante em troca.

Sendo assim, de R$ 51 milhões, o Peixe teria direito a R$ 26,52 milhões. A diretoria santista pretende negociar o valor com a Inter de Milão.

Thiago Maia, Zeca, Vitor Bueno e Lucas Veríssimo são os atletas em quem a diretoria vê potencial de venda para o mercado europeu e aposta para sanar problemas financeiros.

No caso de Thiago, as opções para Levir Culpi suprir sua ausência no elenco seriam Leandro Donizete, Yuri, Alison e Léo Cittadini.