icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/08/2015
17:38

O Santos conquistou uma vantagem de 2 a 0 no placar, mas adota uma postura cautelosa para enfrentar o Corinthians no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, na quarta-feira, às 22h, em Itaquera. Como exemplo para mostrar que a classificação não está garantida para o Peixe, o zagueiro David Braz lembrou do revés corintiano para o Atlético-MG nas quartas de final da mesma competição no ano passado.

Na ocasião, o time comandado por Mano Menezes venceu o primeiro jogo também por 2 a 0 mas sofreu em Belo Horizonte e foi eliminado após perder por 4 a 1.

- É um exemplo de que não tem nada ganho. É um resultado perigoso o 2 a 0. Já vi muita coisa acontecer. Então a gente não está achando que conseguiu a classificação. Vamos encarar 90 minutos como foi na Vila Belmiro - avisou o camisa 14 em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Mesmo respeitando o rival, o Peixe não pensar em sair de casa para se defender e segurar a vantagem. Segundo o zagueiro santista, um gol fora de casa prejudicaria o Corinthians e é para isso que o Santos quer jogar.

- O importante é fazer gol fora também. Se isso acontecer, eles serão obrigados a fazer na gente. Vamos jogar, não só defender, é a nossa característica. Jogando na casa deles, nós buscamos o empate no Paulista. Então vamos atacar também. É importante fazer o gol fora - pontuou.

Com o resultado de 2 a 0, o Santos pode até perder por um gol de diferença que avança às quartas de final da Copa do Brasil.
 

O Santos conquistou uma vantagem de 2 a 0 no placar, mas adota uma postura cautelosa para enfrentar o Corinthians no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, na quarta-feira, às 22h, em Itaquera. Como exemplo para mostrar que a classificação não está garantida para o Peixe, o zagueiro David Braz lembrou do revés corintiano para o Atlético-MG nas quartas de final da mesma competição no ano passado.

Na ocasião, o time comandado por Mano Menezes venceu o primeiro jogo também por 2 a 0 mas sofreu em Belo Horizonte e foi eliminado após perder por 4 a 1.

- É um exemplo de que não tem nada ganho. É um resultado perigoso o 2 a 0. Já vi muita coisa acontecer. Então a gente não está achando que conseguiu a classificação. Vamos encarar 90 minutos como foi na Vila Belmiro - avisou o camisa 14 em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Mesmo respeitando o rival, o Peixe não pensar em sair de casa para se defender e segurar a vantagem. Segundo o zagueiro santista, um gol fora de casa prejudicaria o Corinthians e é para isso que o Santos quer jogar.

- O importante é fazer gol fora também. Se isso acontecer, eles serão obrigados a fazer na gente. Vamos jogar, não só defender, é a nossa característica. Jogando na casa deles, nós buscamos o empate no Paulista. Então vamos atacar também. É importante fazer o gol fora - pontuou.

Com o resultado de 2 a 0, o Santos pode até perder por um gol de diferença que avança às quartas de final da Copa do Brasil.