David Braz - Santos

David Braz fez seu primeiro jogo na temporada diante do Capivariano (Foto: Ricardo Saibun / Santos FC)

LANCE!
05/04/2016
13:04
Santos (SP)

De 13 gols sofridos no Campeonato Paulista, quatro o Santos sofreu pelo alto nos últimos três jogos. Mas na última rodada, diante do Capivariano, o técnico Dorival Júnior promoveu uma alteração na defesa: a volta do zagueiro David Braz, que estava lesionado desde o dia 2 de dezembro.

Experiente, o camisa 14 passou por problemas parecidos na Vila Belmiro em 2014 e 2015. Mas para o defensor, a situação atual pode ser resolvida nos treinos. Além disso, ele crê que São Paulo e Ferroviária tiveram méritos em suas jogadas.

- A solução é trabalhar. Aqui é pressão mesmo, time grande é assim. Cobrança é normal e vai ter dentro de campo entre nós também. Sabemos desses tipos de erro. São coisas que temos que conversar e trabalhar para não errar na fase final. 

- Mas se você lembrar, contra a Ferroviária não foi cruzamento. O jogador foi tentar driblar e acabou cruzando para o atacante. As pessoas tem que entender. Tem mérito do adversário. Contra o São Paulo foi um grande cruzamento do lucas Fernandez. Muito difícil de tirar. Tem que estar bem posicionado. As vezes se tira o mérito do adversário e coloca a culpa - opinou o zagueiro, um dos líderes do elenco.

Sobre seu companheiro de zaga, Gustavo Henrique, que participou de três gols sofridos com bolas lançadas pelo alto, David admitiu que conversou com o camisa 6, mas que o papo foi simples.

- A gente conversou, sim e vamos trabalhar para melhorar. Temos muito o que evoluir. Santos é cobrança e tem que estar pronto para qualquer situação. O Gustavo absolve bem isso - elogiou.

Enquanto David Braz esteve fora, o garoto Lucas Veríssimo, promovido ao profissional nesta temporada, ocupou o posto de titular. No banco, Dorival tem Luiz Felipe, contratado também neste ano, do Paraná. Ele aguarda a chegada do argentino Fabián Noguera, do Banfield, para a metade de 2016.