Léo Saueia
03/02/2016
23:44
São Paulo (SP)

O Santos, enfim, conquistou a primeira vitória na temporada.  Depois de uma estreia atípica no Paulistão no último sábado, o Peixe reencontrou o bom futebol com atuações destacadas de Gabigol e Lucas Lima e venceu a Ponte Preta fora de casa por 2 a 0, pela segunda rodada. O trunfo encerra um período de seis anos sem vitórias no estádio Moisés Lucarelli contra a Macaca.

Logo no início do jogo, Lucas Lima mostrou que estava em grande noite. O camisa 20 enfiou linda bola para Gabigol na esquerda, que ganhou na velocidade e encontrou Ricardo Oliveira livre, debaixo da trave, para abrir o placar logo na primeira chance do confronto. Com placar aberto, o Peixe tirou o peso da má atuação diante do Bernô e passou a jogar como Dorival gosta: para frente.

Depois de controlar o jogo e cansar o meio de campo da Macaca rodando a bola em seu campo, o Peixe voltou a ser fatal. Lucas Lima avançou pela esquerda e entortou Nino Paraíba, que só viu um jeito de pará-lo: cometendo pênalti. Gabigol converteu e garantiu participação nos três gols do Alvinegro até aqui, já que havia marcado no sábado.


Aos 42 minutos da etapa inicial o time da casa chegou pela primeira vez. Justamente na bola aérea, principal defeito da marcação santista. Felipe Azevedo recebeu cruzamento da esquerda e testou firme no travessão de Vanderlei.

Durante o intervalo, o Santos não desceu aos vestiários.  Enfrentando o forte calor campineiro e sem água nas torneiras e chuveiros do vestiário, o time recebeu de dentro do campo as instruções de Dorival.

Confira tabela a classificação do Campeonato Paulista

Na volta para a segunda etapa, a Macaca fez duas alterações e se mandou ao ataque. Mas quem assustou novamente foi o Peixe. Gabigol recebeu na entrada da área, ajeitou e bateu de trivela para deixar o jogo ainda mais tranquilo e favorável, mas a bola bateu no poste de João Carlos.

A Ponte respondeu , de novo pelo alto. Alexandro aproveitou cobrança de falta e cabeceou firme, para excelente defesa do camisa 1 santista que, pela primeira vez, deixou o Moisés Lucarelli sem ser vazado. Novamente discreto, Paulinho teve sua chance de aparecer antes de sair para a entrada de Patito, mas fuzilou a bola no travessão de perna esquerda.

No final, o Peixe administrou o resultado e não correu riscos. Apesar das falhas na bola aérea, a jovem zaga mostrou-se segura nos desarmes e não comprometeu. Ponto positivo para Dorival, que trabalha por um ano mais favorável do que foi 2015.


FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 0 X 2 SANTOS


Local: Estádio Moisés Lucarelli, Campinas(SP)
Data-Hora: 3/2/2016 - 21h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Fausto Augusto Moretti

Público/renda:
Cartões amarelos: Ferron, Jeferson, Rhayner, Alexandro e Eurico (PON), Lucas Veríssimo, Paulinho e Lucas Lima (SAN)
Cartões vermelhos: -
Gols: Ricardo Oliveira (9'/1ºT) e Gabriel (37'/2ºT)

PONTE PRETA: João Carlos; Nino Paraíba, Tiago Alves, Ferron e Gílson (Jeferson, aos 29'/2ºT); Eurico (Jonas, no intervalo), João Vitor, Élton e Clayson (Rhayner, no intervalo); Felipe Azevedo e Alexandro. Técnico: Vinicius Eutrópio.

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia (Alison, aos 30'/2ºT), Renato e Lucas Lima; Gabriel (Vitor Bueno, aos 34'/2ºT), Paulinho (Patito Rodríguez, aos 25'/2ºT) e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.