icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/08/2015
20:48

O Santos segue sua recuperação no Campeonato Brasileiro. A vítima da vez foi o Avaí, goleada por 5 a 2 na noite deste sábado, na Vila Belmiro. Méritos de um dos melhores ataques do campeonato e também de um garoto: Thiago Maia. O volante, junto com Lucas Lima e Gabigol, foi um dos melhores do Peixe. Confira as notas do LANCE!:

E MAIS:
> Com uniforme novo e atuação de gala, Santos goleia o Avaí na Vila
> Veja lance a lance como foi o jogo

 

SANTOS

5,5
Vanderlei
Não foi o principal culpado pelos gols de Leo Gamalho, mas foi lento em termos de reação, principalmente no primeiro.

6,5
Victor Ferraz
Foi a principal válvula de escape do Santos quando a bola estava no campo de defesa. Seguro atrás, ausente à frente.

5,0
David Braz
Acompanhava Leo Gamalho instantes antes de o atacante receber a bola para o primeiro gol. Não acompanhou.

5,0
Gustavo Henrique
Ficou perdido no lance do segundo gol do Avaí, sem marcar ninguém, apenas assistindo à conclusão de Leo Gamalho.

6,0
Zeca
Discrição similar à de Gustavo Henrique. Atrás, teve pouco trabalho. À frente, poderia ter sido mais presente.

7,5
Thiago Maia
Grande noite do jovem de 18 anos. Como volante, desarmou. Como elemento surpresa, fez gol e deu trabalho aos rivais.

5,5
Renato
Fazia grande partida em termos de desarmes, mas se comprometeu ao falhar na marcação no segundo gol rival.

7,5
Lucas Lima
Além de bater o escanteio que originou o tento de Gabigol, criou jogadas e fez um gol de pênalti (que não existiu...).

7,0
Geuvânio
Apareceu de surpresa entre os titulares e não decepcionou: deu assistências aos gols de Thiago Maia e Ricardo Oliveira.

7,5
Gabigol
Não somente abriu o placar como também fez as vias de armador durante boa parte da partida.

7,0
Ricardo Oliveira
Perdeu algumas boas chances no primeiro tempo, mas se redimiu com um belo gol no início da etapa final.

6,5
Marquinhos Gabriel
Entrou bem e, apesar de não se mostrar decisivo, deu mais mobilidade ao já ágil ataque alvinegro.

7,0
Nilson
Mostrou “faro de gol” e soube se posicionar bem para anotar o quarto gol da vitória do Peixe.

6,5
Leandro
Participou da jogada do quarto gol do Santos e ainda teve tempo de perder um tento no último lance do jogo.

7,0
Tec: Dorival Júnior
Acertou em cheio ao escalar de última hora Thiago Maia e Geuvânio. Dominou o rival com envolvente toque de bola.


AVAÍ, por Esther Morel

5,0
Diego
Não teve culpa nos gols e fez boas defesas, evitando uma situação pior.

4,5
Nino Paraíba
Teve problemas com a saída de bola do adversário.

5,5
Antônio Carlos
Teve chances de diminuir, mas pecou na finalização.

4,0
Jéci
Começou pressionando o Santos,  mas não manteve o ritmo.

4,5
Marrone
Foi titular na esquerda, no lugar de Romário, mas não rendeu.

4,0
Adriano
Errou na marcação e só olhou o lance do terceiro gol do Santos.

3,5
Pablo
Quase não apareceu durante a partida e atrapalhou no meio de campo.

4,0
Tinga
Se complicou no lance do primeiro gol santista e errou muitos passes.

6,0
Camacho
Responsável por armar as jogadas, deu assistência para segundo gol.

5,5
Rômulo
Chutou uma bola na trave e tentou ajudar na armação, mas pouco fez.

7,0
Léo Gamalho
Marcou dois gols em sua estreia. Pode suprir a carência do time.

4,5
Romário
Entrou antes do intervalo, mas pouco fez e ainda recebeu amarelo.

4,5
Roberto
Ficou na vaga de Tinga, mal no jogo, mas não mudou a formação.

5,0
Conrado
Entrou no fim e pouco pode fazer para mudar o rumo do jogo.

5,0
Téc: Gilson Kleina
Teve dificuldade para montar o time, que sofre com desfalques.

O Santos segue sua recuperação no Campeonato Brasileiro. A vítima da vez foi o Avaí, goleada por 5 a 2 na noite deste sábado, na Vila Belmiro. Méritos de um dos melhores ataques do campeonato e também de um garoto: Thiago Maia. O volante, junto com Lucas Lima e Gabigol, foi um dos melhores do Peixe. Confira as notas do LANCE!:

E MAIS:
> Com uniforme novo e atuação de gala, Santos goleia o Avaí na Vila
> Veja lance a lance como foi o jogo

 

SANTOS

5,5
Vanderlei
Não foi o principal culpado pelos gols de Leo Gamalho, mas foi lento em termos de reação, principalmente no primeiro.

6,5
Victor Ferraz
Foi a principal válvula de escape do Santos quando a bola estava no campo de defesa. Seguro atrás, ausente à frente.

5,0
David Braz
Acompanhava Leo Gamalho instantes antes de o atacante receber a bola para o primeiro gol. Não acompanhou.

5,0
Gustavo Henrique
Ficou perdido no lance do segundo gol do Avaí, sem marcar ninguém, apenas assistindo à conclusão de Leo Gamalho.

6,0
Zeca
Discrição similar à de Gustavo Henrique. Atrás, teve pouco trabalho. À frente, poderia ter sido mais presente.

7,5
Thiago Maia
Grande noite do jovem de 18 anos. Como volante, desarmou. Como elemento surpresa, fez gol e deu trabalho aos rivais.

5,5
Renato
Fazia grande partida em termos de desarmes, mas se comprometeu ao falhar na marcação no segundo gol rival.

7,5
Lucas Lima
Além de bater o escanteio que originou o tento de Gabigol, criou jogadas e fez um gol de pênalti (que não existiu...).

7,0
Geuvânio
Apareceu de surpresa entre os titulares e não decepcionou: deu assistências aos gols de Thiago Maia e Ricardo Oliveira.

7,5
Gabigol
Não somente abriu o placar como também fez as vias de armador durante boa parte da partida.

7,0
Ricardo Oliveira
Perdeu algumas boas chances no primeiro tempo, mas se redimiu com um belo gol no início da etapa final.

6,5
Marquinhos Gabriel
Entrou bem e, apesar de não se mostrar decisivo, deu mais mobilidade ao já ágil ataque alvinegro.

7,0
Nilson
Mostrou “faro de gol” e soube se posicionar bem para anotar o quarto gol da vitória do Peixe.

6,5
Leandro
Participou da jogada do quarto gol do Santos e ainda teve tempo de perder um tento no último lance do jogo.

7,0
Tec: Dorival Júnior
Acertou em cheio ao escalar de última hora Thiago Maia e Geuvânio. Dominou o rival com envolvente toque de bola.


AVAÍ, por Esther Morel

5,0
Diego
Não teve culpa nos gols e fez boas defesas, evitando uma situação pior.

4,5
Nino Paraíba
Teve problemas com a saída de bola do adversário.

5,5
Antônio Carlos
Teve chances de diminuir, mas pecou na finalização.

4,0
Jéci
Começou pressionando o Santos,  mas não manteve o ritmo.

4,5
Marrone
Foi titular na esquerda, no lugar de Romário, mas não rendeu.

4,0
Adriano
Errou na marcação e só olhou o lance do terceiro gol do Santos.

3,5
Pablo
Quase não apareceu durante a partida e atrapalhou no meio de campo.

4,0
Tinga
Se complicou no lance do primeiro gol santista e errou muitos passes.

6,0
Camacho
Responsável por armar as jogadas, deu assistência para segundo gol.

5,5
Rômulo
Chutou uma bola na trave e tentou ajudar na armação, mas pouco fez.

7,0
Léo Gamalho
Marcou dois gols em sua estreia. Pode suprir a carência do time.

4,5
Romário
Entrou antes do intervalo, mas pouco fez e ainda recebeu amarelo.

4,5
Roberto
Ficou na vaga de Tinga, mal no jogo, mas não mudou a formação.

5,0
Conrado
Entrou no fim e pouco pode fazer para mudar o rumo do jogo.

5,0
Téc: Gilson Kleina
Teve dificuldade para montar o time, que sofre com desfalques.