Léo Saueia
29/04/2016
00:01
Santos (SP)

Com um time de reservas, exceto pelo goleiro Vanderlei, o Santos goleou o seu xará do Amapá por 3 a 0, na Vila Belmiro, e classificou-se para a segunda fase da Copa do Brasil. O destaque da partida foi Ronaldo Mendes, autor de um golaço de fora da área no segundo tempo. Confira as notas: 

SANTOS

6,5
VANDERLEI

Foi exigido em apenas um chute de longa distância e fez boa defesa. Seguro como sempre, saiu bem nas bolas aéreas.

6,0
IGOR

Ansioso em sua primeira partida como titular do Santos, deu espaços atrás. No ataque, fez boas tabelas e deu bom chute.

5,5
LUCAS VERÍSSIMO

Teve dificuldades pela falta de entrosamento e jogou em linha muito avançada. Errou passes perigosos atrás.

6,5
LUIZ FELIPE

Vinha muito mal durante o primeiro tempo, errando passes fáceis na saída de bola, mas marcou o primeiro gol do Peixe.

5,5
CAJU

É voluntarioso pelo lado esquerdo, mas muito estabanado com a bola nos pés. Conseguiu subir bem ao ataque.

3,5
ALISON

Seu excesso de vontade por vezes acaba se confundindo com violência. Foi mais uma vez expulso.

6,0
ELANO

Já não pode mais ser cobrado pelo futebol apresentado no passado. Deu assistência para o gol de Luiz Felipe.

5,5
RAFAEL LONGUINE

Ainda tem dificuldades para se encontrar. Parece estar mal posicionado e não cria perigo à frente.

7,5
RONALDO MENDES

Apesar da equipe desentrosada, mostrou ser o jogador mais lúcido em campo. Organizou jogadas e marcou um gol.

6,0
PAULINHO

Aberto pelo lado esquerdo, mostrou habilidade, mas sentiu falta dos titulares. Foi substituído na segunda etapa.

6,5
JOEL

Vinha muito mal na partida, perdendo divididas. No final do jogo, recebeu um passe do adversário e não desperdiçou.

6,0
MAXI ROLÓN

Fez sua primeira partida na Vila Belmiro e conseguiu deixar boa impressão. Tem habilidade e boa visão de jogo.

6,5
LUCAS CRISPIM

Entrou no lugar de Elano e atuou aberto, revezando entre os dois lados do campo. Levou perigo ao rival com bons dribles.

6,0
FERNANDO MEDEIROS

É mais um jovem promissor no Santos. Apesar de atuar pouco, desarmou e ainda saiu para o jogo.

6,5
DORIVAL JÚNIOR

Equipe reserva é bastante limitada, mas contou com a fragilidade do rival e garantiu classificação à segunda fase.

Santos x Santos-AP
Joel dribla o goleiro para marcar  (Foto: Ivan Storti/Lancepress!)

SANTOS-AP

5,0
ZÉ MARIA
Não teve culpa no primeiro nem no terceiro gol, mas estava muito mal posicionado no segundo.

5,5
CAVALO
Sobe com certa qualidade ao ataque, mas deixa muito espaço atrás.

5,0
DEDÉ
Sem intenção ao desviar a bola para o gol no primeiro tempo.

4,5
JARI
Assim como o parceiro de posição, ficou enrolado na marcação.

5,0
BATATA
Pouco subiu ao ataque, mas atrás também sofreu na marcação.

3,5
PRETÃO
Quase fez gol contra e deu uma “assistência” para o gol de Joel.

5,0
LESSANDRO
Arriscou um tiro perigoso no primeiro tempo.

6,0
RENATINHO
Foi o jogador mais perigoso, com bons dribles e velocidade.

5,5
RAFINHA
Quase fez um belo gol após jogada trabalhada pelo lado esquerdo.

5,0
FABINHO
Fez linda jogada em lance pela esquerda, depois sumiu.

4,0
ARMANDO
Não criou perigo algum e foi presa fácil para a zaga do Santos.

5,5
ESQUERDINHA
Entrou com o time já baleado e pouco pôde fazer.


JEAN MARABAIXO

Entrou no fim.

– MICHEL
Entrou no fim. Sem nota.

5,0
ROMEU FIGUEIRA
Armou time para sair no contra-ataque, mas sofreu com a limitação técnica de sua equipe.