Alexandre Guariglia
04/02/2016
00:30
Campinas (SP)

O Santos venceu a Ponte Preta por 2 a 0 e encerrou um jejum de seis anos sem vencer o adversário em Campinas. Com uma assistência e um gol, o atacante Gabigol foi o destaque da partida, ficando com nota 7,5. Lucas Lima e Ricardo Oliveira também tiveram uma noite positiva. Confira as avaliações: 

PONTE PRETA


5,5
João Carlos

Não teve culpa nos gols, foi prejudicado por seus laterais.

4,5
Nino Paraíba

Fez pênalti em Lucas Lima e sofreu para marcar os santistas.

5,0
Tiago Alves

Lento, ficou vendido quando não teve apoio na marcação.

5,0
Ferron

Seguiu o companheiro de zaga e não teve condições de parar o Santos.

4,0
Gílson

Falhou feio na marcação no gol de Ricardo Oliveira, que ficou livre para fazer.

5,0
Eurico

Tentou qualificar a saída de bola, mas foi mal na contenção.

5,5
João Vitor

Tenta fazer o que seus companheiros não fazem, sem sucesso.

5,0
Élton

Outro que pouco acrescentou no meio-campo ofensivo e defensivo.

4,5
Clayson

Seria o armador da equipe, mas não conseguiu abastecer o ataque.

6,0
Felipe Azevedo

O melhor do time. Marcou, correu e quase fez o dele.

5,5
Alexandro

Muito discreto, a bola pouco. Melhorou no segundo tempo.

5,0
Jonas

Não fez muito mais do que Eurico e estava fora de forma.

5,5
Rhayner

Deu mais velocidade ao ataque, mas pecou na hora de finalizar.

5,5
Jeferson

Apesar do pouco tempo foi melhor do que Gílson.

4,5
Vinicius Eutrópio

Laterais estavam expostos e o ataque ineficiente.

Confira jogos e classificação do Campeonato Paulista 

Ponte Preta X Santos
lucas Lima comemora gol  (Foto: Marcello Zambrana/AGIF)

6,5
Vanderlei

Não teve muito trabalho, mas quando teve fez defesas que evitaram gols do adversário.

7,0
Victor Ferraz

Partida muito boa tanto no ataque quanto na defesa. Recuperou-se depois de uma estreia abaixo da crítica

5,0
Lucas Veríssimo

Apesar de a Ponte não ter agredido tanto, mostrou-se mais uma vez inseguro nas bolas aéreas e coberturas

5,0
Gustavo Henrique

Assim como seu companheiro, ainda se mostra atrapalhado em algumas situações de perigo e saídas de bola

6,0
Zeca

Não se destacou tanto quanto Victor Ferraz, mas não comprometeu e manteve a estabilidade na posição

7,0
Thiago Maia

Responsável pela transição, aproveitou-se do espaço dado pelo adversário e avançou com qualidade ao ataque.

6,5
Renato

Seguro, com sua experiência controlou o ritmo da partida. Não teve trabalho com o ataque campineiro.

7,0
Lucas Lima

É o cérebro do time e o jogador mais diferenciado. Sofreu o pênalti que resultou no segundo gol e atormentou a marcação da Ponte Preta.

7,5
Gabriel

Boa atuação.  Infernizou os laterais da Ponte Preta, deu assistência para Ricardo Oliveira e marcou gol de pênalti.

6,0
Paulinho

Ficou abaixo da qualidade demonstrada pelos seus companheiros de ataque, mas acertou o travessão uma vez.

7,0
Ricardo Oliveira

Se na rodada de estreia o gol não saiu, seu faro de artilheiro não falhou desta vez. Deixou o dele logo no início do jogo.

5,5
Patito Rodríguez

Substituiu Paulinho, mas não mudou o cenário da partida e conseguiu ser menos expressivo que o companheiro.

5,5
Alison

Entrou para reforçar a marcação em um momento em que a Ponte Preta ensaiava uma pressão e cumpriu o papel.

5,5
Vitor Bueno

Teve pouco tempo para fazer alguma coisa, entrou no lugar de Gabriel e não manteve o nível de atuação

6,5
Dorival Júnior

Equipe foi bem melhor do que na estreia, soube aproveitar os espaços, mas a defesa ainda provoca momentos de terror