Diogo Vitor - Santos

Diogo Vitor em ação pelo Santos no Brasileirão deste ano (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

Léo Saueia
08/07/2016
08:00
Santos (SP)

Sumido desde o último dia 28, o atacante Diogo Vitor, de 19 anos, teve uma reunião na tarde de quinta-feira com o presidente do Santos,  Modesto Roma Júnior. Na conversa, o garoto prometeu que volta nesta sexta-feira a treinar pelo Santos B. Caso ele aprimore a forma física, pode até disputar a Copa Paulista.

Após o sumiço, Diogo foi localizado em Santana da Vargem, no interior de Minas Gerais, onde tem parentes, mas relutou em voltar.

Há cerca de quatro meses, ele trocou de empresário, durante um outro sumiço do clube. Na primeira vez em que desapareceu, também foi para Minas Gerais, alegando falecimento da avó. No entanto, um dirigente santista ligou para um número residencial e foi atendido pela avó que teria morrido segundo ele.

A primeira vez em que foi advertido no Santos foi porque apareceu no CT com um carro avaliado em aproximadamente R$ 300 mil, sendo que seus ganhos giram em torno de R$ 10 mil mensais. Porém, o automóvel havia sido dado por um ex-empresário, com quem Diogo não trabalha mais.

Neste ano, chegou a ser promovido pelo técnico Dorival Júnior e até a entrar em dois jogos, mas foi rebaixado ao time B por faltar.

O Santos não pretende adotar nenhuma medida diferente em relação a Diogo Vitor e espera que o garoto não desapareça. Um dos conselheiros do jogador é Clodoaldo, ídolo do Peixe que atua como consultor nos bastidores do CT Rei Pelé.