Dagoberto - Santos

Dagoberto dos Santos é o encarregado de ser o elo entre diretoria e comissão técnica (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

LANCE!
06/05/2016
17:46
Santos (SP)

A falha de comunicação voltou a atrapalhar o Santos, desta vez em relação às convocações de Gabigol, Lucas Lima e Ricardo Oliveira para a Seleção Brasileira, que vai disputar a Copa América. Após as críticas do presidente Modesto Roma Júnior, que disse que a CBF estava desvalorizando o Campeonato Brasileiro, o técnico Dorival Júnior esclareceu que foi avisado previamente pelo coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi.

- Isso já venho falando com diretoria há muito tempo. Que ficaremos sem muitos jogadores no período do Brasileirão. Dunga e Gilmar me ligaram e a diretoria estava ciente. Quero deixar isso claro. Eles (Dunga e Gilmar Rinaldi) foram leais e corretos. É um reconhecimento do clube ter três jogadores selecionados para Seleção principal. E mais dois ou três para olímpica. É motivo de comemoração - afirmou o treinador nesta sexta-feira.

O representante da diretoria do Peixe no CT Rei Pelé é o superintendente de esportes Dagoberto dos Santos. Ele já protagonizou outro episódio de falha de comunicação. Quando o Alvinegro contratou o atacante argentino Maxi Rolón, no começo do Campeonato Paulista, Dagoberto não avisou o técnico, que ficou sabendo da chegada do jogador no dia em que ele apareceu no CT Rei Pelé.

Na quinta-feira, durante o a festa de lançamento do Campeonato Brasileiro, o presidente do Santos voltou a argumentar.

- O Gilmar falou com quem? Dê o nome de quem ele falou. Comigo não foi falado nada - rebateu, em resposta a um repórter.

Em seguida, Gilmar Rinaldi respondeu:

- Falei com o Dorival há um mês e meio sobre as três convocações, ele disse que teria um prejuízo técnico grande, mas não iria impedir nada. Agradecemos a ele pela compreensão - concluiu.