O volante colombiano Valencia está no Santos desde 2015

Valencia foi titular do Santos em 2015 (Foto: AFP / LUIS ACOSTA)

LANCE!
11/08/2016
17:10
Santos (SP)

Um ano após o volante Valencia romper o ligamento do joelho direito, - enquanto disputava a Copa América pela seleção da Colômbia - o Santos conseguiu, após uma ação na Fifa, ser ressarcido pela Federação Colombiana de Futebol por meio do Programa de Proteção aos Clubes.

A entidade terá que arcar com custos da cirurgia e também com salários do jogador no período em que esteve fora de ação (cerca de R$ 500 mil em relação ao tempo inativo).

- Logo após a notícia da lesão e a execução dos exames preliminares, o Santos FC notificou a companhia seguradora britânica apontada pela FIFA para conduzir o acompanhamento de todos os procedimentos médicos, fisioterápicos, bem como a análise do contrato do atleta e da legislação tributária brasileira, apoiada pelos departamentos Médico, Jurídico e de Recursos Humanos do clube.

Após a conclusão de todas as etapas, o Santos FC informa que o reembolso das despesas foi aprovado e que, neste momento, encontra-se aguardando a finalização dos trâmites inerentes à remessa e câmbio de valores para a finalização do processo. - disse o clube por meio de um comunicado.

Recentemente, Valencia teve seu visto de trabalho no Brasil estendido e renovou seu contrato com o Peixe até o fim do ano.

Nesta temporada, o camisa 15 só entrou no decorrer de duas partidas. Desde que chegou, em 2015, realizou 18 jogos. Mesmo recuperado da cirurgia, Valencia é uma das últimas opções do técnico Dorival Júnior para o meio de campo.