LANCE!
28/07/2016
15:29
Santos (SP)

O Santos já esteve muito mais otimista, mas o principal envolvido na negociação segue confiante por um acerto. O zagueiro Alex, de 34 anos, negocia seu retorno ao Peixe e, em entrevista à Rádio Globo, afirmou crer em um desfecho positivo já nos próximos dias.

Depois de engatilhar acordo com o superintendente de esportes do Peixe, Dagoberto Santos, o defensor viajou à Itália para resolver pendências de sua mudança e deixou as negociações nas mãos de seu empresário, Giuliano Bertolucci. O agente, no entanto, exigiu pagamento de comissões e luvas a Alex, algo com o qual o clube não concorda.

No início da semana que vem, o zagueiro deve retornar ao CT Rei Pelé e conversar pessoalmente com dirigentes santistas. Bicampeão brasileiro pelo Peixe, Alex se mantém otimista por um desfecho positivo.

- Eu estou otimista, a única coisa que acho que foi o maior problema foi que há 15 dias fui para a Itália e deixei meu empresário conversando com eles. Ele trabalha comigo há doze anos, e acho justo que ele sempre negocie, fale com os clubes, e deixei. E o que vi, foi isso, de comissão e luva. Acho que para mim não é grande problema, devo voltar a conversar agora e estou otimista, sim. Acho que podemos entrar em um acordo para dar certo. O que tem que prevalecer é minha vontade de jogar pelo Santos, e acho que é isso que vai acontecer. Vai dar tudo certo - disse, em entrevista à Rádio Globo. 

Há quase dois meses de férias, já que seu contrato com o Milan venceu em junho, Alex afirma estar com saudades dos gramados. Contudo, apesar do tempo de inatividade, acredita que entre 10 e 15 dias possa retomar a melhor condição física e estar à disposição do técnico Dorival Júnior já para fazer sua reestreia.

- É verdade, isso preocupa mesmo, mas acho que para mim não tem tanto problema, porque me cuido bastante e sei que depois de uma certa idade tenho que me cuidar mais ainda, descanso, alimentação... Sempre procurei fazer isso. Continuo com a mesma opinião: acertando, 10 a 15 dias estou pronto para jogar. Estou sentindo falta e espero voltar a fazer o que gosto - sentenciou.