Russel Dias
29/08/2016
18:08
Santos (SP)

A crise econômica tem afetado diretamente as finanças do Santos e não só por causa da economia nacional. Diversos clubes europeus devem ao Peixe por transações recentes e já avisaram que só pagam quando puder.

Além de aguardar a Inter de Milão pagar os R$ 64,8 milhões da compra de Gabigol, devem ao Peixe: o Sion, da Suíça, pela ida do zagueiro Paulo Ricardo no meio deste ano, a Roma, pelo empréstimo do lateral-esquerdo Emerson Palmieri e o Porto, de Portugal, pela venda do lateral-direito Danilo, que foi para o Real Madrid, da Espanha.

A quantia a ser paga pelo Sion é de cerca de R$ 1 milhão, já os portugueses devem repassar pouco mais de R$ 5 milhões, e a Roma outros R$ 7 milhões.

A diretoria santista acredita que não terá problemas para receber da Inter de Milão. O único entrave referente à quantia é com o Doyen Sports, com quem o Santos disputa na Justiça. O fundo de investimentos detém 20% dos direitos de Gabigol e terá que receber uma parte. Enquanto não houver uma definição judicial, o Peixe só poderá desfrutar de R$ 52 milhões.