Joel

Joel marcou duas vezes no Santos quando defendia o Londrina, na Copa do Brasil de 2014 (Foto: Divulgação/Cruzeiro)

Gabriel Carneiro
08/01/2016
15:21
São Paulo (SP)

O Santos abriu negociações com o Cruzeiro pelo empréstimo de um ano do atacante camaronês Joel, de 22 anos. De olho em opções viáveis para o setor ofensivo, o clube não prevê dificuldades pela liberação da Raposa, que comprou 50% dos direitos econômicos do jogador no ano passado, por 1 milhão de euros (R$ 3,5 milhões na época). Assim que obtiver o aval da diretoria mineira, o Peixe abrirá conversas com os empresários de Joel, que seria o segundo reforço da equipe para a temporada de 2016.

Joel chegou ao Brasil em 2011 e alcançou destaque pelo Londrina, clube que o contratou na temporada seguinte. O camaronês apareceu de vez nos holofotes dois anos depois, quando o clube paranaense deu trabalho ao Peixe na Copa do Brasil - Joel inclusive marcou dois gols na equipe naquela edição do torneio. Ainda em 2014, o africano defendeu o Coritiba por empréstimo no Brasileirão e logo depois foi comprado pelo Cruzeiro. Hoje, a Raposa detém 50% dos direitos econômicos e o Londrina os outros 50%, com participação do grupo do empresário Juan Figer, que é responsável pela administração do clube paranaense e também pela condução da carreira do camaronês.

Procurados pelo LANCE!, os representantes de Joel confirmam a negociação entre os clubes e ainda avisam que o próprio jogador está animado com a perspectiva de defender o Santos em 2016, já que espera mais espaço do que teve no ano passado. O Grupo Figer, que administra a carreira de diversos jogadores do Peixe, como o volante Thiago Maia, espera só a liberação do Cruzeiro para negociar as condições do contrato de empréstimo do Santos com Joel, que tem contrato até 2020 em Minas Gerais.

Na Toca da Raposa, a negociação já é admitida pela diretoria do Cruzeiro, que confirma o desejo de liberar Joel em 2016.

- Há muita chance de ele (Joel) sair. Assim, não ficaremos com mais do que cinco estrangeiros. Mas ainda não há nada certo - explicou Gilvan de Pinho Tavares, presidente do Cruzeiro, durante a apresentação de Sánchez Miño, novo reforço de sua equipe para 2016.

Até o momento, o Santos oficializou apenas a contratação do atacante Paulinho, emprestado por um ano pelo Flamengo. O clube pagará R$ 300 mil aos cariocas pela liberação e também será responsável pela totalidade dos salários. Além de um atacante de lado, o Santos procura um centroavante (Joel se encaixa nessa característica) e um zagueiro para encaminhar o elenco de Dorival Júnior em 2016.