Grafite

                                  Grafite teve ótimo início no Brasileirão, mas vive jejum de gols (Foto: Carlos Ezequiel)

RADAR/LANCE!
27/08/2016
14:34
Recife (PE)

O sistema ofensivo do Santa Cruz está vivendo uma fase de seca. Maior nome da equipe, Grafite não marca há nove partidas. E o problema é compartilhado por quase toda a equipe. Nas últimas cinco rodadas do Campeonato Brasileiro, o Tricolor só vazou a defesa adversária em três oportunidades. A missão do Santa é voltar a ser eficaz no ataque.

- A gente se cobra dentro de campo. É difícil passar jogos sem fazer gols, mas o mais importante é o time estar bem. Eu, Grafite e Pisano nos cobramos muito. Atacantes vivem de gol e essa cobrança vai acabar quando o primeiro sair - declarou o atacante Keno.

O Santa Cruz tem o quarto pior desempenho ofensivo do Brasileirão, com 22 gols marcados. Neste domingo, o Tricolor encara o Cruzeiro, no Mineirão, às 11h, pela 22ª rodada da competição.