RADAR/LANCE!
09/05/2016
12:28
Recife (PE)

Léo Moura não pôde participar da campanha do bicampeonato pernambucano do Santa Cruz, mas, mesmo assim, não deixou de comemorar - e muito - a conquista do Estadual, que veio neste domingo após finais contra o rival Sport. 

- Agora entendo, Deus... O porquê me trouxe até aqui. Obrigado por me tornar um vencedor... um papa-títulos - postou o jogador no Facebook. 

Sport x Santa Cruz (foto:Pablo Kennedy/LANCE!Press)
Festa do elenco do Santa Cruz (Foto:Pablo Kennedy/LANCE!Press)

Nesta segunda-feira, Léo Moura também comentou sobre a relação do técnico Milton Mendes, que chegou ao clube de Recife no fim de março e estava à frente da equipe nas conquistas da Copa do Nordeste e do Pernambucano, com os atletas do Santa Cruz.

- É um treinador mais explosivo. Está sempre nos cobrando... Sempre pilhado. Caio Júnior (com quem trabalhou no Flamengo) também era assim, por exemplo. Ele tem voz ativa e tenta mexer com os jogadores desse jeito. Isso nos ajudou muito - revelou ao canal "ESPN Brasil". 

Também à emissora de TV, o atleta de 38 anos confirmou que assinou com o Santa Cruz para jogar no setor de meio-campo e que ainda tem mais "alguns aninhos" como jogador profissional.

- Vim para jogar no meio. Sempre gostei de jogar assim, mas deixo claro que, se tiver que voltar à lateral direita, estou à disposição. Eu me cuido, sempre foi assim, e acho que minha carreira vai durar mais alguns aninhos.

Volta à Série A com reforços

O Santa Cruz de Léo Moura visa agora a disputa da Série A do Campeonato Brasileiro, competição que não disputava há dez anos. Para o torneio, a Cobra-Coral terá os reforços do lateral-esquerdo Roberto, o meia Fernando Gabriel e o volante Alex Bolaños - que já treinam com o elenco.