Thiago Ferri
03/08/2016
19:56
São Paulo (SP)

O jogo entre Alemanha e Zimbábue pela primeira rodada do futebol feminino colocou em confronto uma das favoritas à medalha de ouro contra uma seleção novata, que fez história, mas entrou com pouca expectativa nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O resultado foi o esperado - amplo domínio e goleada da Alemanha, por 6 a 1. Só que o destaque foi a festa feita pela torcida para as jogadoras africanas na Arena Corinthians.

Defendendo o "lado mais fraco", o público em Itaquera vaiava sempre que possível as alemãs e vibrava com um simples desarme das africanas perto da lateral. Era possível ouvir músicas de quando o Corinthians joga na arena, como: "Vamos, vamos Zimbábue! Neste jogo, teremos que ganhar", ou "Eu Acredito" no segundo tempo. Até "Zim-bá-bue, ôba, ôba!" alguns chegaram a puxar na missão quase impossível de surpreender as favoritas.

A Alemanha foi marcar seu primeiro aos 22 minutos, com Sara Daebritz, em escanteio. Um pouco depois, Popp, em outra bola aérea, fez o segundo e parecia se desenhar uma goleada logo na primeira etapa. Mas não foi o que aconteceu, para a alegria dos torcedores na Arena.

Kudakwashe Basopo, em rebote da goleira alemã, marcou para Zimbábue no início do segundo tempo e fez o estádio comemorar muito. Mas o sonho durou pouco. Behringer, em cobrança de falta, fez o terceiro gol e depois ainda marcou o quarto: ela primeiro cobrou pênalti, que a goleira Magwede pegou. No rebote, a camisa 7 alemã chutou de novo e a arqueira desta vez errou feio. 

Leupolz, com extrema facilidade, fez o quinto e Chibanda, contra, fechou o placar. Resultado justo diante de tamanha superioridade: as vencedoras finalizaram no jogo 34 vezes (!), contra apenas duas da equipe africana.

O resultado colocou a Alemanha na liderança do Grupo F, que mais cedo teve a vitória do Canadá sobre a Austrália, por 2 a 0. Zimbábue é o lanterna, mas já está fazendo história, por ser a primeira vez que o país se classifica para um esporte coletivo na Olimpíada. O outro time que Zimbábue teve nos Jogos foi em 1980, no hóquei na grama, e convidado em cima da hora depois de várias desistências. De forma surpreendente, foi medalha de ouro na ocasião.