LANCE!
03/08/2016
21:15
São Paulo

O primeiro dia de competições dos Jogos Olímpicos, antes mesmo da Cerimônia de abertura oficializar o início do evento na sexta, já mostrou que um dos destaques das duas semanas que estão por vir deve ser a torcida brasileira. Nesta quarta, os estádios que receberam partidas do futebol feminino já viram soar gritos e piadas originais em suas arquibancadas.

Em Belo Horizonte, os Estados Unidos derrotaram a Nove Zelândia por 2 a 0. E o público presente no Mineirão mostrou que os atletas que reclamaram do risco de Zika no país sofrerão durante sua estadia - mas enquanto competem, e não com os mosquitos.

Hope Solo, que publicou fotos em que cobria o rosto com uma rede de proteção e mostrando que viria para o Brasil com várias latas de repelente, foi alvo de gritos de "ôôô, Zika" toda vez que chutava a bola.

Além disso, no final da partida, os torcedores começaram a cantar "olê, olê, olê, olá... Zika, Zika!", enquanto EUA e Nova Zelândia esperavam o apito final.

Em Itaquera, a Alemanha goleou o Zimbábue por 6 a 1. Mas não só o gol de honra das africanas foi o mais comemorado, como o time derrotado teve torcida especial. Nas arquibancadas do estádio do Corinthians, os brasileiros cantaram "Vamos, vamos Zimbábue, que este jogo teremos que ganhar", parodiando famoso grito corintiano.

Curiosamente, o palco dos gritos "menos originais" foi o Engenhão, que recebeu Brasil x China. No Rio, os torcedores não passaram do tradicional "Eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor".