Rafael Valesi
20/08/2016
21:45
Rio de Janeiro (RJ)

O Brasil faturou na noite deste sábado um pódio totalmente inesperado nos Jogos Olímpicos Rio-2016. Maicon Siqueira conquistou a medalha de bronze no taekwondo, na categoria acima de 80kg, ao vencer o britânico Mahama Cho por 5 a 4 na luta decisiva pelo terceiro lugar.

É a segunda medalha de bronze da história do país na modalidade. Em Pequim-2008, Natália Falavigna conquistou a mesma cor, na categoria acima de 67kg.

Siqueira não era cotado para ganhar uma medalha no Rio de Janeiro na modalidade. No país, as expectativas estavam em cima de Iris Tang Sing, que acabou de mãos vazias. O atleta de 23 anos é de Ribeirão das Neves (MG), e disputa sua primeira Olimpíada.

Em sua campanha, ele venceu o americano Stephen Lambdin na estreia por 9 a 7, mas perdeu para Abdoulrazak Alfaga, de Níger nas quartas de final por 6 a 1.

Na repescagem, para a qual avançou já que Alfaga chegou à final, derrotou o francês Bar Diaye por 5 a 2, e passou para bater Mahama Cho no combate decisivo pelo terceiro lugar.

A luta do bronze
Na decisão do bronze, viu o rival abrir 3 a 0 na pontuação apos levar chute na cabeça no final do 2° round, que quase arrancou seu capacete. Diminuiu em seguida ao conseguir derrubar o adversário, causando punição.

Mas a virada só veio no final do último round: após uma sequência de chutes de ambos, o que parecia pontuação para os dois, na visão dos árbitros, foi uma série de acertos do brasileiro. O britânico ainda buscou o empate em 4 a 4 mas, faltando seis segundos, Maicon acertou o golpe derradeiro - o golpe do bronze.